Videojogo torna-se aprovado como medicamento

O jogo Endeavour RX, criado para dispositivos iOS,  foi aprovado como tratamento em sintomas de transtorno do ‘deficit’ de atenção e hiperatividade, segundo um comunicado da FDA (Food and Drug Administration).

Os jogadores assumem o papel de uma personagem que tem como missão descer um rio numa jangada, enquanto evitam obstáculos, e colecionam itens. Endeavour RX está disponível para compra apenas mediante receita médica, já que existem filas de espera para a sua aquisição.

Indiretamente, a obra da Aliki Interactive passa a ser também um medicamento, visto que estudos concluíram que o jogo pode ser considerado como uma ferramenta benéfica no tratamento de crianças hiperativas dos 8 aos 12 anos.

É possível que o jogo seja um percursor e surjam jogos exclusivos criados para o tratamento de diversas condições físicas e mentais. Pode ser que assim também seja extinto o estigma social dos videojogos serem portadores de elementos negativos para as crianças.

Nunca é demais sublinhar que o jogo deverá ser utilizado com outros tratamentos e sob supervisão médica.

Vindo de vários mundos e projetos, juntou-se à redação do Otakupt, pronto para informar todos os leitores com a sua experiência nas várias áreas da cultura alternativa. Assistiu de perto ao nascimento dos videojogos em Portugal, até à sua atualidade. Devora tudo o que seja japonês (menos a gastronomia), mas é também é adepto de grandes histórias e personagens sejam essas produzidas em qualquer parte do globo terrestre.