Conselho do criador de Bleach a futuros artistas

16

Conselho do criador de Bleach a futuros artistas

, o autor do popular mangá Bleach, numa entrevista deixou alguns conselhos a aspirantes a mangakas, sendo que alguns podem ficar surpreendidos com as suas afirmações.

Eu não posso realmente recomendar aos recém-chegados que coloquem os seus mangás nas redes sociais antes de fazerem a sua estreia. Eu não diria que é totalmente errado, já que é claro que podem ganhar popularidade nessas plataformas e isso pode levar à publicação, mas eu ainda assim não acho certo.
 
Eu não acho que seja assim tão bom estar a receber reações instantâneas das pessoas. Se obtiverem um feedback positivo, ficarão satisfeitos e perderão a “fome”, e se obtiverem um feedback negativo, vão suavizar as margens do vosso trabalho e perderão o que estavam a tentar alcançar, em primeiro lugar. Eu acho que a “fome” e a motivação inicial são extremamente importantes para um artista de mangá, e se perderem essas coisas no início, é difícil encontrá-las novamente.

Os artistas utilizam agora as redes sociais para difundir o seu trabalho, mas Kubo adverte sobre como lidar com as críticas a partir desses posts. As redes sociais são importantes para ajudar os artistas a trabalhar, mas pode haver uma complacência se o artista sentir que o seu trabalho é aperfeiçoado graças às reações positivas de tweets ou compartilhamentos.

termina:

Eu não quero que os recém-chegados aceitem as coisas que possam mudá-los num mundo pequeno e, em vez disso, quero que eles criem um trabalho que retenha a sua pureza. Eu acho que eu gostaria que eles entendessem que se eles desenham o seu trabalho de acordo com as opiniões de outra pessoa, isso também significa que eles estão a abandonar todos os outros.