Criador de One Piece revela porque se tornou criador de mangá

Quando Krillin morreu em Dragon Ball, toda a escola entrou em tumulto. Eu lembro-me de alguém a correr e a gritar na escola, "Krillin morreu!!" com a Jump na mão.

Criador de One Piece revela porque se tornou criador de mangá

One Piece lidera durante muitos anos o TOP de mangás mais vendidos no Japão e o seu criador, Eiichiro Oda, nem sempre quis ser um mangaká e numa entrevista revelou o que o levou a querer tornar-se um mangaká.

Oda admitiu que inicialmente pensou em trabalhar na indústria dos filmes mas mudou de ideias.

A popularidade de um filme atinge o seu pico por volta da data de lançamento. Mas um mangaká pode manter a audiência fascinada por um longo tempo enquanto a serialização continua.

Continuando, Oda recontou uma ocasião onde ele viu como o mangá poderia ser impactante. Morando no Japão, o artista estava ainda na escola quando Dragon Ball estava a começar a ganhar força, e Oda diz que nunca esquecerá como os seus colegas reagiram ao mangá.

Eu às vezes não gostava da minha vida na escola secundária, mas sentia-me feliz quando a Jump era lançada no dia seguinte. Quando Krillin morreu em Dragon Ball, toda a escola entrou em tumulto. Eu lembro-me de alguém a correr e a gritar na escola, “Krillin morreu!!” com a Jump na mão.

Este poder do mangá em emocionar os leitores foi o que em última instância o fez querer seguir a carreira de mangaká.

Ainda em Junho deste ano Eiichiro Oda revelou que acredita que One Piece se está a aproximar do seu clímax.