Criador de Samurai X acusado de pornografia infantil

"gostava de meninas desde a escola primária tardia até à volta do segundo ano do ensino médio"

Criador de Samurai X acusado de pornografia infantil

Hoje o Japão acordou em alvoroço com a notícia de que a Polícia Metropolitana de Tóquio acusou o mangaka (nome real Nobuhiro Nishiwaki) de 47 anos da posse de pornografia infantil. De acordo com as autoridades, Watsuki possuía inúmeros DVDs com imagens nuas de jovens meninas adolescentes e armazenou-os num escritório em Tóquio.

No seu depoimento, Watsuki alegadamente afirmou que “gostava de meninas desde a escola primária tardia até à volta do segundo ano do ensino médio”.

As autoridades revistaram a casa de como parte de uma investigação diferente, que o vinculou à compra de DVDs com pornografia infantil.

Esta notícia surge na pior das alturas coincidente com o relançar do seu manga Samurai X (Rurouni Kenshin) que conta com o apoio da sua mulher .

A acusação contra alega que ele possuiu vídeos pornográficos a partir de julho de 2015. A posse de pornografia infantil implica prisão até um ano e uma multa até 1 milhão de ienes (cerca de $ 8,800), se for considerado culpado.

é conhecido como o criador do manga Samurai X (Rurouni Kenshin), que foi lançado de 1994 a 1999 na revista Shonen Jump, e a Shueisha publicou mais de 60 milhões de cópias dos volumes do manga. O mangá inspirou uma série de anime que foi exibida de 1996 a 1998, bem como filmes e OVAs.

O manga também inspirou uma trilogia de filmes live-action de 2012 a 2014.  também criou Buso Renkin. Em Abril de 2015 ele deu por terminado com o auxílio da sua mulher o manga Embalming – The Another Tale of Frankenstein desenhou também alguns dos personagens da série anime e jogo, .

 esteve recentemente presente no Brasil de 13 a 20 de Julho acompanhado pela sua mulher na comemoração dos 120 anos das relações diplomáticas entre Brasil e Japão.