Donald Trump tenta comprar o Death Note no novo mangá

Donald Trump tenta comprar o Death Note no novo mangá

Já está disponível aqui online de forma gratuita o novo mangá one-shot de por e Takeshi Obata que regressam assim à franquia após 12 anos.

A história desenrola-se pelo menos uma década depois dos acontecimentos do mangá e na história vemos uma cara conhecida de todos, o atual presidente do USA, Donald Trump.

SPOILERS podem ser encontrados em baixo.

Na história, Light e L são figuras históricas sobre as quais os alunos são questionados. O mesmo se aplica a Minoru Tanaka, que é procurado por Ryuk para utilizar o Death Note, mas o rapaz tem planos diferentes para o Death Note.

Em vez de matar os outros, Tanaka decide que vai vender o livro a quem oferecer a maior quantia em dinheiro. A princípio, aqueles que fazem propostas são pessoas comuns, mas não demora muito para que as nações façam as suas próprias ofertas. Donald Trump é uma dessas pessoas, e ele oferece-se para comprar o Death Note por 500 bilhões de dólares.

Obviamente, começa uma guerra de ofertas pelo Death Note, com a China e o Japão a avaliar a oferta. Os EUA fazem uma oferta insana de 1 bilhão de dólares, o que é inédito. A atual dívida nacional dos EUA está na casa dos trilhões, então podem imaginar o que esta oferta poderia fazer. No final, os EUA acabam por ganhar o Death Note, mas uma nova regra instituída por Ryuk significa que Trump nunca pode aceitar a compra. Em vez disso, os EUA decidem agir como se tivessem o livro em mãos, e Ryuk tem algumas palavras duras a dizer sobre a escolha.

No final, o destino do Death Note fica com Ryuk, e termina mal para o pobre Tanaka. Agora, resta ao Shinigami encontrar outro alvo para lançar a sua maldição, e é apenas uma questão de tempo.