Franquia Kimetsu no Yaiba trouxe 270 bilhões de ienes para a economia japonesa em 2020

Novo Poster de Kimetsu no Yaiba: Infinity Train
Nova imagem promocional de Kimetsu no Yaiba: Infinity Train

Kimetsu no Yaiba: Infinity Train (Gekijouban Kimetsu no Yaiba: Mugen Ressha Hen está muito perto de destronar (Spirited Away), o famoso filme do Studio Ghibli, com o filme mais lucrativo de sempre no Japão e recentemente o Dai-ichi Life Research Institute calculou o impacto que a franquia teve na economia japonesa em 2020.

Divulgado pelo jornal The Japan Times, o Dai-ichi Life Research Institute estima que a franquia Kimetsu no Yaiba (Demon Slayer) trouxe 270 bilhões de ienes (2,59 bilhões de dólares) para a economia japonesa somente em 2020 através de vários meios diferentes.

O Instituto explicou que 85 bilhões de ienes foram trazidos das vendas de livros, mais de 50 bilhões de ienes em vendas diretamente atribuídas ao filme anime Kimetsu no Yaiba: Infinity Train e mais de 130 bilhões de ienes em vendas de outro merchandise e mídia relacionada. O Japan Times diz que esta estimativa é mais do que o dobro do impacto económico que o famoso mascote Kumamoto traz ao Japão por ano.

A conta oficial no Twitter de Kimetsu no Yaiba anunciou hoje que o filme anime arrecadou 28.848.875.300 ienes em apenas 52 dias nos cinemas japoneses com 21.525.216 ingressos vendidos. A Viagem de Chihiro (Spirited Away) ganhou 30.8 bilhões de ienes.

O tweet acima apresenta uma nova ilustração da criadora do mangá, Koyoharu Gotouge, onde ela agradece aos fãs o seu apoio ao filme anime, que ainda está em cartaz nos cinemas do Japão, tendo estreado a 16 de outubro.

FONTEThe Japan Times
Fundou o OtakuPT em 2007 e desde então já escreveu mais de 40 mil artigos sobre anime, mangá e videojogos.