Jujutsu Kaisen já tem 40 milhões de cópias

A circulação do mangá aumentou 470% desde a estreia do anime

Jujutsu Kaisen 40 milhões

A Shueisha revelou hoje que o mangá Jujutsu Kaisen de Gege Akutami já ultrapassou as 40 milhões de cópias em circulação (cópias físicas + digitais). A circulação do mangá aumentou 470% no último semestre, desde a estreia da sua adaptação para série anime em outubro de 2020.

Evolução das vendas do mangá de Jujutsu Kaisen:

  • 8,5 milhões no início de outubro de 2020
  • 10 milhões em 29 de outubro
  • 15 milhões em 16 de dezembro
  • 20 milhões em 13 de janeiro
  • 25 milhões em 26 de janeiro
  • 30 milhões em 9 de fevereiro
  • 35 milhões em 4 de março
  • 40 milhões em 31 de março de 2021

O 15º volume do mangá teve 1,5 milhões de cópias na sua tiragem inicial, sendo esta a primeira vez que qualquer um dos volumes do mangá teve mais de 1 milhão de cópias na sua tiragem inicial

Filme anime do Volume 0 de Jujutsu Kaisen vai estrear no Inverno

Jujutsu Kaisen começou a ser lançado na Shonen Jump a 5 de março de 2018, fazendo parte da iniciativa JUMP START que tem como objetivo estrear novos mangás de sucesso na revista.

Na sua sinopse podemos ler:

Yuuji é um génio no atletismo. Mas ele não tem interesse em correr em círculos, ele é feliz sendo apenas um membro do Clube de Pesquisa Oculta. Embora ele esteja apenas no clube por diversão, as coisas ficam sérias quando um espírito aparece na escola! A vida está prestes a ficar muito estranha na escola do ensino médio de Sugisawa Town!

Quanto à série anime, a animação é do estúdio MAPPA (Dororo, Yuri!!! on Ice, In This Corner of the World, Rage of Bahamut Genesis), a direção é de Sunghoo Park (The God of High School), o argumento é de Hiroshi Seko (Attack on Titan: Lost Girls, Banana Fish, Vinland Saga), o design de personagens é de Tadashi Hiramatsu (His and Her Circumstances, Yuri!!! on Ice, Parasyte -the maxim-) e a música é da responsabilidade de Hiroaki Tsutsumi, Yoshimasa Terui e Arisa Okehazama.

FONTE@jujutsu_PR
Fundou o OtakuPT em 2007 e desde então já escreveu mais de 40 mil artigos sobre anime, mangá e videojogos.