Kimetsu no Yaiba é o primeiro mangá a ocupar os 22 primeiros lugares nas vendas semanais do Japão

Novo Poster de Kimetsu no Yaiba: Infinity Train
Nova imagem promocional de Kimetsu no Yaiba: Infinity Train

Segundo a Oricon na semana de 19 a 25 de outubro todos os 22 volumes do mangá Kimetsu no Yaiba (Demon Slayer) de Koyoharu Gotouge ocuparam os primeiros 22 lugares do TOP de vendas mangá no Japão. Esta é a primeira vez que tal acontece desde que a Oricon começou a acompanhar as vendas de mangá em abril de 2008.

O 22º volume está em 1º lugar por quatro semanas consecutivas, com 326.000 cópias impressas vendidas até agora. O mangá já ocupou todo o gráfico semanal Top 10 seis vezes, um recorde.

Convém lembrar que este boom nas vendas está relacionado com a estreia nos cinemas do filme anime Kimetsu no Yaiba: Infinity Train (Gekijouban Kimetsu no Yaiba: Mugen Ressha Hen), um vez que a a semana 19 a 25 de outubro foi a primeira após a estreia do filme de Kimetsu no Yaiba (Demon Slayer) a 16 de outubro de 2020.

O mangá alcançou um feito semelhante no início deste ano, em fevereiro, quando ocupou os 19 primeiros lugares, com o 19º volume (o volume mais recente na época) em 1º. Separadamente, o vigésimo volume do mangá também se classificou em 1º e 2º em maio com as suas edições regulares e limitadas.

De acordo com a Oricon, o mangá Kimetsu no Yaiba (Demon Slayer) vendeu um total de 90,518 milhões de cópias impressas no Japão, o segundo maior total que a Oricon registou desde que começou a publicar as suas tabelas de vendas. O mangá tem 100 milhões de cópias em circulação (incluindo cópias digitais, que a Oricon não conta) no lançamento do 22º volume a 2 de outubro. É o oitavo título de mangá da revista Weekly Shonen Jump a atingir 100 milhões de cópias em circulação (não vendas).

A Shueisha revelou em novembro passado que o mangá Kimetsu no Yaiba (Demon Slayer) foi o segundo mangá mais vendido da empresa em 2019, perdendo apenas para o mangá One Piece de Eiichiro Oda. O mangá terminou a 18 de maio de 2020.