Mangá de Fire Force com mais de 12 milhões de cópias

Foi agora revelado que o mangá Fire Force (En En no Shouboutai) de Atsushi Ohkubo (Soul Eater) já ultrapassou as 12 milhões de cópias no Japão.

Fire Force (En En no Shouboutai) começou a ser publicado em setembro de 2015 na Weekly Shōnen Magazine e a história desenrola-se em Tóquio. Possuídas por demónios, as pessoas começaram espontaneamente a incendiar-se, levando ao estabelecimento de uma equipa especial de combate a incêndios: a Fire Force, pronta para rapidamente combater uma combustão espontânea em qualquer lugar que esta possa surgir.

A equipa está prestes a obter uma adição muito singular: Shinra, um jovem que possui o poder único de correr à velocidade de um foguete, deixando para trás as famosas “pegadas do demónio” (e destruindo os seus sapatos no processo). Conseguirá a Fire Force descobrir a origem deste estranho fenómeno? Ou a cidade vai ficar destruída completamente pelo fogo?

Imagem promocional de anúncio de Fire Force 2
Imagem promocional de anúncio de Fire Force 2

A adaptação para série anime cuja 2ª temporada está em exibição é da responsabilidade do estúdio David Production (JoJo’s Bizarre Adventure, Cells at Work!), a direção é de Yuki Yase (Nisemonogatari), a história é de Gakuto Haishima e o design de personagens é de Hideyuki Morioka (Kizumonogatari).

Subscreve
Notify of
guest

4 Comentários
Mais Antigo
Mais Recente Mais Votado
Inline Feedbacks
View all comments
Shiba
Shiba
20 , Outubro , 2020 13:20

O anime realmente tá ajudando no crescimento das vendas. Talvez isso anime a editora a querer uma S3.

Juan Duarte
Juan Duarte
Reply to  Shiba
24 , Outubro , 2020 12:36

O comitê de produção da serie é Formado por:
Canal MBS – Japão.
Editora Kondasha – Japão.
Dmm Pictures – Japão
Funimation – USA.
Bili Bili – China.

Eu vi um comentário que os chineses sairam do comitê de produção do anime na segunda temporada, não posso confirmar isso, mas supondo que seja verdade, então para a maioria dos membros do comitê de produção basta ter audiência na TV e Streaming para terem lucro, e agora que o mangá tbm teve um aumento nas vendas, não há pq não investirem mais. Bem,só no Japão o anime sai em mais de 20 canais de TV e em mais de 20 canais de streamings diferentes. É muita maneira de ganhar audiência só lá.

Impostor
Impostor
20 , Outubro , 2020 13:20

é impressão minha ou as vendas aumentaram mais depois do inicio da segunda temporada?

Juan Duarte
Juan Duarte
Reply to  Impostor
24 , Outubro , 2020 12:36

As vendas realmente começaram a aumentar ainda mais depois da segunda temporada. Pra ter ideia nos rankings semanais tá batendo muito mais rapido a casa de 100.000 copias vendidas (lembrando que antes do anime (primeira temporada) haviam volumes que vendiam por volta de 20.000 copias e saia do ranking). O ultimo volume fez em duas semanas quase 108.000 copias, e o anterior a esse fez em três semanas por volta de 109.000. Mas a serie já tinha ganhando fâs antes da segunda temporada. Nessa imagem mostra isso.

comment image

Se o anime tivesse sido transmitido no Japão em um horario mais acessivel (sai lá depois de 1 da manhã) poderia ser bem mais popular.

Foda é que eu ainda vejo pessoas falarem que os japoneses odeiam a serie. Sempre me pergunto onde eles se informam. Meu Deus!