Mangá Futari H entra em hiato

Capa do volume 77 de Futari H (Manga Sutra)
Capa do volume 77 de Futari H (Manga Sutra)

A Young Animal da Hakusensha anunciou que o mangá Futari H (Manga Sutra) de Aki Katsu (Psychic Academy, The Vision of Escaflowne) vai entrar en hiato até abril de 2021 para o mangaká ser submetido a uma cirurgia. Não foram revelados mais detalhes.

A história do mangá desenrola-se à volta de um casal de jovens virgens que se casam através de um encontro arranjado, ambos com 25 anos. Makoto não sabe o que fazer e nem como fazer, e Yura, a sua esposa, muito menos. A partir deste momento acompanhamos o desenvolvimento da vida sexual do jovem casal, com boas dicas de posições e de comportamentos, mas é claro que não mostra apenas a vida deles na cama, mostra também o quotidiano do casal.

Futari H (Manga Sutra) inspirou dois OVAs em 2002 e 2014 e o 82º volume foi publicado em novembro de 2020. No total Futari H (Manga Sutra) conta com mais de 26 milhões de cópias impressas.

O spinoff Futari H Another começou a ser publicado em novembro de 2018 na HAREM.

Katsu lançou em 2014 Tōmei Ningen Kyōtei na Moba Man e podem ler em baixo a sinopse.

O mangá desenrola-se à volta de um homem que é convencido a não se suicidar por uma estudante universitária, que o convida a viver com ela. Enquanto que no mundo exterior, ela interage com ele normalmente. Dentro do seu quarto, ela trata-o como “invisível”, realizando atos privados como se o homem não estivesse lá e ignorando-o quando ele vai para a cama com ela ou entra no banho com ela.

Subscreve
Notify of
guest

3 Comentários
Mais Antigo
Mais Recente Mais Votado
Inline Feedbacks
View all comments
Jean ?
Jean ?
11 , Janeiro , 2021 20:06

Nem sabia que ainda estava sendo publicado. Acho que essa longevidade da série foi um dos motivos do cancelamento da série pela JBC, junto com baixas vendas.

Ronanfalcon
Ronanfalcon
Reply to  Jean ?
2 , Fevereiro , 2021 14:26

Eu tbm não sabia.

Ronanfalcon
Ronanfalcon
2 , Fevereiro , 2021 14:28

Achei Futari H bem gostosinho de acompanhar, mas nunca gostei do começo da história, por que é um casamento arranjado. Tipo, o relacionamento deles nasce do nada, e como o amor brota rápido, fica muito artificial. O restante, uma vez que se amam, flui de forma bem mais interessante. Fora que tem muito padrão de machismo japonês na série, que é complicado explicar, e que torna várias partes ruins, mas a média geral é boa.