Mattéo 4 e O Mercenário 10 – Ala dos Livros

Aqui estão pela Ala dos Livros o VOl 10 de O Mercenário e Mattéo 4 Quarta Época.

 Mattéo 4 – Quarta Época (Agosto-Setembro de 1936)

Transportando as armas de que se tinham apoderado em Colliure, Mattéo e os seus companheiros chegam finalmente a Barcelona. Mas as armas, de fabrico italiano, acabam por levantar suspeitas entre os republicanos, causando a Amélie, Robert e Mattéo momentos de inquietação.

Com o mal-entendido ultrapassado, parece chegado o momento de se alistarem. Mas em que fileiras? Na dos socialistas? Na dos Anarquistas? Na dos Comunistas?
É aqui que as divergências entre Mattéo, anarquista, e Robert, comunista, começam comprometendo a sua amizade.

Quarto volume da série assinada por J. Pierre Gibrat, Mattéo – Quarta Época, narra-nos o destino singular de um homem que, da Guerra de 14 à Segunda Guerra Mundial, passando pela Revolução Russa, a Frente Popular e a Guerra de Espanha, atravessará as primeiras décadas do século XX, uma época marcada por conflitos tumultuosos…

O Mercenário 10 – Gigantes

Enquanto descansa de uma viagem, à luz da fogueira, o Mercenário relata a Nan-Tay quatro aventuras que, assegura, são verdadeiras: viveu todas elas na primeira pessoa, e em todas teve de enfrentar um gigante.

Começando por uma história com alguns laivos de ficção científica e de terror e passando pelas Mil e Uma Noites, chegamos por fim ao inferno e depois a um mundo cruel no qual os bons são, afinal, os maus.

Um álbum cheio de fantasia, vários monstros, um pouco de humor e algo que o torna singular: pela primeira vez, a partir da página 35, Segrelles abandona os pinceis e o óleo para pintar as suas histórias recorrendo ao computador.

Cavalgando numa estranha criatura com asas, O Mercenário é um guerreiro intemporal, que ressurge agora numa edição definitiva, revista e aumentada.

Fundou o OtakuPT em 2007 e desde então já escreveu mais de 40 mil artigos sobre anime, mangá e videojogos.