Novo mangá em Portugal – Cagaster

Cagaster capa volume 1

A Asa vai dia 12 de julho lançar em Portugal o mangá Cagaster (Mushikago no Cagaster / Cagaster of an Insect Cage) de Kachou Hashimoto. Podem comprar aqui com 10% de desconto.

Mushikago no Cagaster começou a ser publicado em 2015 e terminou em 2016 com 7 volumes. Antes de se tornar uma série mangá, Mushikago no Cagaster foi em primeiro lugar uma série dōjinshi postada no site de Hashimoto, que foi publicada de 2005 a 2013.

Sinopse de Cagaster 

Fim do século XXI – Uma estranha doença batizada Cagaster faz a sua aparição. Um em cada mil humanos é contaminado por este mal, que provoca a metamorfose dos infetados em monstruosos insetos antropófagos. Dois terços da humanidade são dizimados…

2125 – Em pleno deserto, Kidow, um exterminador de excelência, salva a jovem Ilie de um ataque de cagasters. Apesar dos mistérios em torno desta última, ele decide protegê-la. Mas neste mundo apocalíptico, os monstros não são necessariamente aqueles que têm aparência de monstro…

  • 208 páginas
  • Dimensões: 130 x 180 x 9 mm
  • Capa mole
  • Preço: 9,90€

Kachou Hashimoto nasceu no dia 22 de fevereiro em Kanagawa, Japão, e manifestou desde cedo o desejo de vir a ser autora de mangá, tendo decidido profissionalizar-se neste meio ainda durante a escola secundária.

Terminado o Secundário, inscreveu-se numa escola de desenho e mais tarde tornou-se assistente de Daisuke Higushi, autora da série de mangá Whistle! Publica o seu primeiro mangá em janeiro de 2000, utilizando então o seu nome real, Aiko Nagayama. Seguem-se-lhe outras, que assina quer com esse nome quer com o pseudónimo Yasumi Nagayama.

A série Cagaster é publicada no seu site da internet sob o pseudónimo Hashimoto Chicken entre abril de 2005 e abril de 2013. Em 2012, as Éditions Glénat negoceiam com a autora, que até então recusava as ofertas dos editores japoneses, os direitos de publicação mundiais com exclusão do Japão. A versão francesa é publicada na coleção Glénat mangá em seis volumes, publicados entre 2014 e 2015 e assinados sob o pseudónimo Kachou Hashimoto. A série é depois finalmente publicada no Japão, pela Shoten, em 2016. Foi posteriormente adaptada para o formato Web anime, numa série de animação de 12 episódios com o título Cagaster of an Insect Cage. Em 2015, dá início à publicação de Arbos Anima no Monthly Comic Ryu, adotando igualmente o pseudónimo Kachou Hashimoto, cujos carateres em japonês tanto significam «flor» como «pássaro».

Uma adaptação para série anime estreou na Netflix em fevereiro de 2020.

A animação é da responsabilidade do Studio Kai e a direção é de Koichi Chigira (Tokyo Babylon, Full Metal Panic!, Last Exile).

Subscreve
Notify of
guest

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments