Prince Noir

A editora americana Local Manga revelou que desistiu de lançar uma localização do mangá Prince Noir de ri-ru- devido a “barreiras legais” além do seu controle.

Christopher Hepburn da Local Manga afirmou que a empresa “não é capaz de justificar” a localização do mangá, citando a lei de obscenidade federal dos EUA.

O criador do mangá ri-ru- também comentou sobre o cancelamento do lançamento, dizendo que a lei dos EUA julga não apenas “shota física”, mas “shota mental” (referindo-se ao termo “shota” para a representação de menores de idade em mangás, anime, bem como uma gíria otaku para rapazes menores de idade na vida real).

Prince Noir foi lançado na revista moment da Takeshobo em 2018. O mangá segue um chefe da yakuza chamado Takumi, que perde as suas memórias num acidente após se tornar o novo chefe de um grupo yakuza.

A Local Manga anunciou Prince Noir ao lado de The Perfect Son de ru-ri- como as suas duas primeiras licenças, ambas originalmente programadas para um lançamento no início de 2021.

A Local Manga foi criada em 2018 como uma editora especializada no lançamento de mangás Boys Love e recentemente começou a expandir-se para outros géneros de obras.

Em 2010, um norte-americano chamado Christopher Handley foi condenado a seis meses de prisão por ter na sua posse mangás obscenos segundo a lei § 1466A. dos USA.

Subscreve
Notify of
guest
3 Comentários
Mais Antigo
Mais Recente Mais Votado
Inline Feedbacks
View all comments
Juan Duarte
Juan Duarte
23 , Dezembro , 2020 4:26

Censura, apenas isso.

Fernando Soares
Fernando Soares
28 , Dezembro , 2020 2:34

Unrf esses jovens

Ronanfalcon
Ronanfalcon
16 , Janeiro , 2021 17:58

Não entendi.