Syosetsuka ni Narou [Light Novels]

Syosetsuka ni Narou
(Vamos nos tornar novelista)

Mushoku04_03

Ryuuji aqui. Inicialmente eu pretendia trazer outro post de curiosidade, dessa vez de gintama, mas acabou dando muito mais trabalho do que eu esperava. Então, decidi trazer algo diferente enquanto não termino (apesar disso o de gintama provavelmente vai ter que ser dividido em 2 ou 3 partes).

Bem, deixando de lado isso e nos focando no assunto do post, eu gostaria de apresentar a vocês a Narou, assim como algumas light novels que se originaram lá. Se você gosta de light novels ou ao menos possui algum interesse em conhecer novas obras, tenha certeza de acompanhar essa postagem.

A Syosetsuka ni Narou (podendo ser traduzido como “vamos nos tornar novelista”), ou simplesmente Narou, é um site de postagem de light novel (http://syosetu.com/). No site, qualquer um pode criar sua conta e upar sua novel, servindo como uma ótima plataforma de divulgação. O site possui rankings diários, semanais, anuais, etc.

O que provavelmente tornou o site muito grande foi o fato de várias obras disponibilizadas lá terem, futuramente, sido publicadas em forma física por editoras. Colocando em poucas palavras, várias editoras ficam de olho no site, pois ótimos autores amadores começam disponibilizando seus trabalhos lá, então elas entram em contato com os mesmos para licenciarem e publicarem ela em forma física. A grande maioria das obras nos rankings mais altos já se tornaram light novels oficiais. Vale lembrar que como elas são publicadas por editoras, a versão “oficial” do produto costuma na grande maioria das vezes ter diferença das versões publicadas no site, nem que seja apenas um polimento na escrita e retirando alguns eventos desnecessários.

Para se ter uma ideia de algumas obras que se originaram no site, temos Mahouka Koukou no Rettousei, Overlord, Log Horizon, Konosuba e mesmo o recente Re:Zero. O post conterá uma breve lista com sinopse de algumas dessas obras, então tenham certeza de conferir.

rezero1218

É bem normal que obras sigam certas tendências da época, sejam ela animações, livros, filmes etc. Há algum tempo, houve uma grande quantidade de obras de magia escolar. Até hoje, alguns dos remanescentes dessa geração estão ganhando adaptações animadas. No entanto, hoje em dia a grande tendência são obras de Isekai (outro mundo) e Tensei (reencarnação). Esses dois “sub-gêneros” formam as principais obras da Narou.

Obras de Isekai normalmente narram histórias sobre o protagonista sendo, de alguma forma, transferido para outro mundo. Isso é, ainda vivo, mantendo seu corpo original. Já em obras de Tensei, o protagonista costuma morrer e reencarnar em um mundo diferente. O grande ponto forte de obras de Tensei é o fato de você poder ver o desenvolvimento do protagonista de forma bem explicita, tanto fisicamente como mentalmente. Em Mushoku Tensei, por exemplo, nós podemos acompanhar a história do protagonista desde quando ele reencarna como um bebê e vendo toda a sua passagem de tempo, se tornando um adulto, construindo uma família e afins praticamente sem time-skip.

Um ponto que deve ser levantado é que nesses dois sub-gêneros é que o protagonista tende a receber alguma habilidade ou arma que o faça se destacar naquele mundo. Um bom exemplo disso é Zero no Tsukaima. Apesar de não ser uma obra da Narou e nem mesmo fazer parte dessa geração de obras, é uma de Isekai onde o protagonista recebe a capacidade de utilizar eficientemente qualquer arma. As obras de Isekai tendem a seguir esse padrão, enquanto obras de tensei possuem o protagonista simplesmente usando o conhecimento da sua vida passada para se destacar nesse novo mundo.

54511821_p0

Talvez alguns já tenham feito a conexão, mas existe uma obra que se tornou anime recentemente que utiliza todos esses conceitos de forma cômica. Sim, Kono Subarashii Sekai ni Shukufuku wo. A obra é uma sátira de toda essa moda que explodiu na internet. Nela, nós temos o protagonista Kazuma que acaba por morrer e tem a opção de reviver em um mundo de fantasia aterrorizado pela existência de um Maou. Até aí, é exatamente igual centenas de outras obras do tipo. No entanto, o tal “poder especial” que um personagem recebe ao ir para outro mundo é substituído pela Deusa inútil, Aqua. Além disso, o protagonista que normalmente deveria ter habilidades e status elevados acaba sendo alguém medíocre. O grande problema do anime foi o fato dele ter sido transmitido antes de muitas outras light novels do mesmo gênero ganhar adaptação o que faz com que muitas pessoas percam completamente várias e várias piadas. A Deen também fez uma bagunça com a adaptação para anime, retirando e alterando várias cenas que fazem alusão a esse setting, mas as pessoas vão continuar a aplaudir ela enquanto não lerem o original. Pode não parecer, mas Konosuba aborda mais do que se pensa, sendo uma ótima sátira.

Da mesma forma, em Re:zero, o protagonista Subaru faz algumas reclamações sobre o fato de não receber nenhuma “dádiva”, “magia” ou “status” de um protagonista de obras de Isekai.

Acho isso importante de se saber, pois muito provavelmente daqui pra frente haverá diversas obras de Isekai e Tensei sendo adaptadas (sério, a quantidade de Light Novels nesses moldes é absurda).

 

Certo, agora com a base da Narou explicada, vamos a parte mais interessante, as obras. Apesar de eu não ter intenção de soltar qualquer spoiler aqui, estejam cientes de que pode vir a estragar o início de algumas obras. Eu não vou além da sinopse, mas existem pessoas que gostam de mergulhar em uma obra as cegas.

 

Mushoku Tensei -Isekai Ittara Honki Dasu-
(http://ncode.syosetu.com/n9669bk/)

Mushoku_Tensei

Mushoku Tensei é a obra mais popular de todos os tempos da Narou, ultrapassando com facilidade todas as obras gigantes mencionadas nesse post. Para referência, Mushoku Tensei possui 320 mil pontos na Narou, enquanto o segundo lugar possui apenas 240 mil.

Nela nós conhecemos o protagonista, um otaku gordo, desempregado e hikikomori de 34 anos que vive na casa dos pais. Depois de ser expulso de casa pelos seus irmãos, sem lugar para ir e sem emprego, o protagonista acaba morrendo atropelado por um caminhão tentando salvar um grupo de colegiais. Após isso, ele se vê no corpo de um recém-nascido em um mundo de fantasia (fazendo com que a obra se encaixe no gênero de Tensei). O homem, que agora passa a atender pelo nome de Rudeus Greyrat, decide se esforçar para levar uma vida completamente diferente da vida inútil que levou anteriormente.

O ponto forte da obra é sem sombra de dúvida o desenvolvimento dos personagens e a passagem de tempo. Nós podemos acompanhar o Rudeus desde um bebê e a passagem de tempo flui quase que sem time-skip, fazendo com que o leitor se aproxime muito do personagem. Rudeus por si só não é esnobe, e sempre que ele consegue fazer algo melhor que os outros, ele vira para si mesmo e diz “calma, eu sou normal, eu não sou especial!” para não sofrer o mesmo erro da sua vida passada. Além disso, além da parte de batalha, nós podemos o ver aprendendo os idiomas do mundo e outros assuntos que não se limitam apenas a magia.

 

Hachinan tte, Sore wa Nai Deshou
(http://ncode.syosetu.com/n8802bq/)

hachio_cs3

Dono da Terceira colocação da Narou, Hachi-nan possui alguns pontos semelhantes com Mushoku Tensei, como a passagem de tempo (apesar de não ser tão eficiente quanto). Nela, o protagonista de 25 anos acaba por se ver dentro do corpo de um garoto de 6 anos e 8° filho de uma família de nobres em decadência. O protagonista, não sendo capaz de herdar as terras da família devido ao fato de ser o filho mais novo, decide aprender a usar magia para se tornar um aventureiro. Diferentemente de Mushoku Tensei, a obra possui pontos bem fortes de política.

 

Arifureta Shokugyou de Sekai Saikyou
(http://ncode.syosetu.com/n8611bv/)

arifureta

f002

arifureta___shokugyou_de_sekai_saikyou_by_einzwalker-d8owkpu

Arifureta é atualmente o quinto colocado da Narou e sua light novel têm vendido muito apesar dos poucos volumes lançados (30k, para uma Light Novel sem anime é muita coisa). Portanto, é bem provável que um anime seja anunciado no futuro.

Uma turma inteira do colegial é invocada em um mundo de fantasia para ajudar os humanos a enfrentar os demônios. Por serem viajantes de outro mundo, todos os alunos recebem habilidades e status que rivalizam a elite daquele mundo, mesmo estando no nível 1. Isso é, com exceção de Nagumo Hajime, o protagonista que vivia sofrendo bullying na escola. Sendo dono de status medíocres e da classe mais comum daquele mundo apenas ajuda Hajime a ser ainda mais discriminado por seus colegas. Tentando da sua própria forma ser útil ao grupo, Hajime pratica com sua misera classe de sinergista constantemente. Em uma viagem de treinamento, a turma é levada a Dungeon lendária Orcus, uma dungeon de 100 andares que nunca foi completada. Apesar do objetivo ser apenas treinar nos níveis superiores, o grupo acaba levando a situação muito de brincadeira devido a seus status e caem em um armadilha os levando a um andar inferior nunca explorado. Hajime consegue ajudar o grupo a sair dessa encrenca, mas apenas se vê traído pelos mesmos que encontram uma ótima oportunidade de se livrar do peso morto. Hajime é abandonado pelo grupo e cai ainda mais fundo na dungeon, um andar inferior ao 100°. Os 100 andares chamados de “dungeon lendária” não passava da entrada para a verdadeira dungeon. Sofrendo uma drástica mudança de personalidade devido ao eventos, começa a história do anti-herói Nagumo Hajime tentando escapar da dungeon. Se você gosta de Dark Heroes e personagens overpower provavelmente vai aproveitar bastante a obra.

 

Death March kara Hajimaru Isekai Kyusoukyoku
(http://ncode.syosetu.com/n9902bn/)

Death_March

Em 6° lugar, nós temos Death March que conta a história de Suzuki, um programador de 29 anos que é transportado para um mundo semelhante ao jogo no qual ele estava corrigindo certos bugs. Ao ser perseguido por um exército de monstros, o protagonista percebe a skill chuva de meteoros, uma skill de uso limitado (3 vezes). Assustado ele usa sem pensar a mesma que acaba por varrer o mapa, matando completamente o exército de monstros. Ele só não esperava que esse ataque também matasse um indivíduo que não estava em seu alcance de visão. Ninguém menos que o Dragon God. Ultrapassando o nível 300 e recebendo o título de “God Slayer”, além de diversos itens lendários, o protagonista que agora atende pelo nome Satou decide… Fazer turismo naquele mundo. Por que não? (Eu faria a mesma coisa)

 

Tensei Shitara Slime Datta Ken
(http://ncode.syosetu.com/n6316bn/)

Slime datta ken

Já em 7° lugar está uma das minhas novels favoritas, Slime datta ken. Ela também é uma obra de reencarnação, mas com um grande diferencial. O protagonista reencarna como nada mais nada menos que um Slime. A obra narra muito bem a história do “mais fraco dos monstros”. O protagonista reencarna em uma caverna que fica em uma floresta repleta de monstros de diferentes níveis. O ponto forte é muito provavelmente os personagens, mas se existe algo que vale a pena mencionar é o fato de que ela não limita a apenas ter boas lutas, mas um ótimo desenvolvimento. Você tem o protagonista formando um pequeno grupo de seguidores em uma vila, e ele vai usando seu conhecimento e se esforçando para ajudar a evoluir essa sociedade de monstros. Não vou falar muito da obra pois pretendo fazer uma review, apenas tenham certeza de conferir se possível, ou ao menos deixar o título guardado na memória, pois em breve vai ser o melhor anime do ano quando ganhar um anime (fanboy mode on).

Slime datta ken2

Todos se ajoelhem perante o slime-sama.

 

Kumo Desu ga, Nani ka?
(http://ncode.syosetu.com/n7975cr/)

Kumo desu ga nani ka

A obra começou a ser publicada a menos de 1 ano e já está entre os 10 melhores (8°). Assim como slime datta ken, aqui nós temos uma reencarnação um pouco inusitada. A protagonista é apenas uma garota colegial que morre e reencarna como… Uma aranha. Para ser mais exato, um monstro aranha de 1 metro de altura. Apesar de parecerem iguais, Slime datta ken se foca nos personagens e desenvolvimento dos mesmos juntos a cidade, enquanto Kumo Desu ga possui praticamente só a protagonista como personagem durante boa parte da obra. Se mantendo em “como sobreviver dentro de uma dungeon sendo o mais fraco”.

 

Tate no Yuusha no Nariagari
(http://ncode.syosetu.com/n3009bk/)

tate no yuusha

O 9° lugar da Narou fica com Tate no Yuusha, uma obra de Isekai que narra às aventuras de Naofumi. Os humanos desse mundo de fantasia invocam 4 pessoas de diferentes mundos para se tornarem heróis portadores das 4 armas lendárias, a espada, a lança, o arco e o escudo, e assim protegerem o mundo dos demônios. Naofumi se torna o herói do escudo, mas isso viria com um grande preço. O herói do escudo é considerado um inútil… Não, pior que isso. Ele é tratado como um empecilho. Isso porque os heróis não são capazes de utilizar nenhuma arma além da arma lendária que possuem. Resultado? Naofumi não é capaz de utilizar nada além do escudo e devido aos seus status como “herói do escudo” seu ataque é ridiculamente baixo, necessitando vários e vários golpes de soco para se livrar do monstro mais fraco. Assim como Arifureta, nós temos o protagonista inicialmente procurando ajudar os humanos, mas acaba sendo traído por eles, tem seu dinheiro roubado e mesmo acusado falsamente de ser um criminoso e estuprador. Naofumi muda completamente e decide então não contar com ninguém para ajuda-lo. Ele compra uma pequena garota escrava demi-humana para cuidar da função que lhe falta como herói, sem confiar em ninguém.

 

Konjiki no Moji Tsukai
(http://ncode.syosetu.com/n7031bs/)

Konjiki no wordmaster

Outra obra excelente de Isekai. Konjiki no Moji Tsukai, ou Konjiki no Word Master, é o 12° colocado da Narou. Assim como Tate no Yuusha, 4 heróis são invocados para enfrentar os demônios. No entanto, Okamura Hiro acaba por ser arrastado junto aos heróis durante a invocação. Hiro, no entanto, não dá a mínima para essa conversa de “lutar pelos seres humanos” porque ele percebe claramente que eles foram invocados apenas para servir como arma de guerra e não como “salvadores”. Diferente de Tate no Yuusha, aqui nós temos um toque muito bom de política, mostrando o claro interesse dos humanos e de cada raça naquele mundo para guerrearem entre si. Hiro possui apenas um ideal, o de viver a qualquer custo, em qualquer lugar que seja. Portando a unique skill “Word magic” que lhe permite criar qualquer coisa que ele escreva, Hiro decide se tornar um aventureiro e olhar o mundo por si mesmo, enquanto os heróis continuam a seguir cegamente o rei dos humanos.

 

Log Horizon
(http://ncode.syosetu.com/n8725k/)

Log Horizon

Log Horizon é o 13° colocado e uma obra que aborda o típico tema “presos em um jogo” e se classificaria meio que como “Isekai”. Certo dia, junto ao lançamento da nova atualização do popular jogo “Elder Tale” milhares de jogadores se veem transportados para o universo do game. O grande diferencial da obra é que não existe um ponto de chegada para que os jogadores saiam do jogo, então a maioria deles apenas tenta viver o máximo possível dentro do jogo. O autor já escreveu muito bem outras obras como Maoyuu Maou Yuusha, então ele sabe bem como lidar com isso. Você tem os jogadores construindo sua própria sociedade e tentando resolver vários problemas que não se resumem apenas em derrotar e enfrentar monstros. Além disso, como é possível dar respawn nesse mundo, o senso de “jogo mortal” é quebrado logo no início.

 

Only Sense Online
(http://ncode.syosetu.com/n4527bc/)

Only Sense Online

Antes de qualquer coisa, não, não é Sword Art Online. Se existe alguma semelhança é apenas o nome e o fato de se passarem em um VRMMORPG. OSO é o 23° colocado da Narou e diferente de SAO ninguém fica preso dentro do jogo. O protagonista apenas decide jogar Only Sense Online devido ao fato da sua irmã mais velha estar vivendo longe e sua irmã mais nova ser viciada em jogos, então ele os vê como uma boa forma de passar tempo com as duas. Mas para ao menos não ser um empecilho ele escolhe skills de suporte para começar o jogo. O único problema, é que essas skills, assim como o arco, são considerados inúteis. Abandonado pelas duas irmãs, Shun decide treinar para poder de alguma forma acompanhar as duas. A obra se foca principalmente no protagonista jogando solo, mas se você pensa que é ele enfrentando monstros está muito enganado. O ponto principal da obra na verdade é a parte de craft. As skills que o Shun escolhe são de craft e a obra trata isso muito bem, com o personagem pensando em como dar uma utilidade para aquelas habilidades falhas. Diferente de como diz em algumas sinopses que eu vi por aí, a obra não faz do Shun um cara overpower, ou o cara que “encontrou o estilo mais forte de jogo”. A parte de craft realmente é boa, mas isso se resume ao protagonista tentando alcançar o nível da grande maioria. Ele consegue botar a cabeça para funcionar e criar coisas que ninguém ali esperava, então é bem divertido ver várias pessoas pedindo para desistir da skills ou de certos objetivos, várias coisas que as pessoas classificam como “erro de designer” dentro do jogo e o protagonista consegue dar uma utilidade para esses erros, desde skills a itens. O time principal é formado pelos artesões de elite que conseguem ver o potencial do Shun (diferente das duas irmãs irritantes dele).

 

Knight’s & Magic
(http://ncode.syosetu.com/n3556o/)

Knight & Magic

Em 24° lugar nós temos mais uma obra de reencarnação, Knight’s & Magic. O protagonista era um programador com grande talento e fã de robôs gigantes. Ele acaba morrendo e reencarnando em um mundo de fantasia. No entanto, para a sorte dele, nesse mundo existem mechas. Assim como Shingeki no Kyojin, nós temos os seres humanos tentando de toda forma manter o seu território contra os monstros que o tentam invadir. A obra consegue manter um equilíbrio bom entre as ações sem e com mecha. Nesse mundo a magia funciona de forma bem parecida com programação, o que dá certa vantagem ao Eru, o protagonista. Os Mechas são tecnicamente armas que ampliam a magia do usuário, mas são apenas usados pela elite. Dessa forma, a obra possui tanto lutas com mecha, quanto sem eles. Um ponto positivo para a obra é o fato do Eru, apesar de lutar muito bem, ter o objetivo de ser um engenheiro e produzir Silhouette Knights (o nome dos robôs). Assim, ele usa o seu conhecimento vasto sobre robôs de sua vida anterior para tentar inovar e revolucionar a tecnologia dos seres humanos para que eles vençam contra os monstros (na real ele só quer se divertir criando os Mechas, mas os monstros vão junto de bônus). O Design dos Silhouette Knights são realmente MUITO BONS.

 

Re:Zero kara Hajimeru Isekai Seikatsu
(http://ncode.syosetu.com/n2267be/)

Re-Zero_kara_Hajimeru_Isekai_Seikatsu

Re:Zero é atualmente o 30° colocado da Narou e é uma obra de Isekai. Pelo anime estar sendo exibido agora, não vou escrever nada para não estragar o primeiro episódio. Apenas tenham certeza de conferir.

 

Overlord
(http://ncode.syosetu.com/n1839bd/)

Overlord

Overlord é o 44° colocado da Narou, mas vale lembrar que há diversas diferenças entre a web novel e a light novel (Overlord sem Albedo não é Overlord).

Na obra o protagonista é o líder de uma das maiores guildas do VRMMORPG Yggdrasil, jogando com um lich. Ou ao menos era. Com o passar do tempo seus amigos vão ficando ocupados com a vida real, e param de jogar, restando apenas ele. E então, o inevitável acontece. O encerramento do servidor é anunciado. O protagonista continua logado, esperando solitariamente o fim do mundo que lhe proporcionou muitas diversões. No entanto, ao fim do horário, ele se vê ainda logado no jogo, incapaz de sair ou mesmo acessar o menu. Os NPCs criados por ele e seus companheiros ganham vida e ele acaba se vendo no papel de “Maou”.

 

The New Gate
(http://ncode.syosetu.com/n5711bb/)

The New Gate

Mais uma obra de VRMMORPG. Em The New Gate, o 49° colocado, nós temos o típico “preso em um jogo mortal”. No entanto, aqui a obra já começa no instante em que o protagonista derrota o último chefe e completa o jogo. Dessa forma todos os jogadores conseguem deslogar e voltam ao mundo real. Todos menos ele. O protagonista acaba não conseguindo sair e é jogado para o mesmo mundo do jogo, mas 500 anos no futuro. Depois de tudo isso, os jogadores são considerados uma lenda e uma espécie extinta. O bacana é que a obra aborda alguns temas bem diferentes. Os jogadores deslogaram levando com si uma quantidade muito grande de dinheiro, itens e diversas outras coisas, o que causou uma grande crise no mundo. Apesar do protagonista ser bem overpower, a obra tem um estilo que pode agradar várias pessoas.

 

Isekai Tensei Soudouki
(http://ncode.syosetu.com/n7677bt/)

Isekai Tensei Soudouki

53° colocado da Narou, aqui nós temos mais uma obra de tensei. No entanto, com um estilo bem diferente. Um exímio samurai do Japão antigo e ganancioso por dinheiro acaba por morrer, assim como um otaku que adora trivias. Os dois acabam reencarnando no mesmo mundo, ao mesmo tempo, mas não como pessoas físicas, e sim uma parte do subconsciente de um garoto. A personalidade, conhecimento e talento de Balud acabam por ser influenciada pelos dois indivíduos. O estilo da obra me lembra bastante Maoyuu Maou Yuusha, com o protagonista usando técnicas não convencionais adquiridas pelo Otaku para conseguir dinheiro folheando objetos, conseguindo açúcar e etc. A obra também possui uma parte boa de ação que tende a ser deixada a cargo do talento adquirido pelo Samurai. Em certas situações é possível fazer com que esse subconsciente adquira controle completo do corpo.

 

Isekai Mahou wa Okureteru
(http://ncode.syosetu.com/n3840bt/)

Isekai Mahou wa Okureteru

O 75° lugar fica com Isekai Mahou wa Okureteru. Assim como outras obras de Isekai, os protagonistas são invocados como heróis para salvar o mundo dos demônios. No entanto, o protagonista, Yakami Suimei, se recusa a participar disso e deixa o trabalho a cargo dos seus amigos. O primeiro motivo é o fato de ter que arriscar sua vida para salvar completos estranhos que o envolveram nisso. O segundo é que ele, na verdade, é um mago. Normalmente em obras de Isekai o personagem enviado para o mundo de fantasia é alguém completamente normal. Mas aqui ele segue um princípio semelhante a várias obras de magia, onde, no nosso mundo, na verdade existem magos que se escondem dos olhos do público. O protagonista é um desses magos, tendo a sua identidade escondida mesmo dos seus amigos. O grande problema é o fato de ele perceber que naquele mundo a magia é extremamente primitiva. Sem conhecimento de equações magicas nem ciência, os habitantes tem conhecimento dela, mas não a utilizam de forma eficiente. Uma jovem maga chamada Felmenia, considerada um prodígio, suspeita de Suimei e o desafia para uma batalha. Utilizando a magia que lhe garantiu todo o reconhecimento da raça humana, chamada de “verdadeira chamas” ela esperava ao menos assusta-lo. No entanto, o protagonista se surpreende ao perceber que a magia lendária não passa de uma aceleração da combustão das chamas adicionando oxigênio. Sem nenhuma compreensão de como a própria magia funciona, os magos desse mundo estão em níveis completamente diferentes do protagonista.

 

Takarakuji de 40 Oku Atattanda kedo Isekai ni Ijuusuru
(http://ncode.syosetu.com/n2163n/)

Takarakuji

Takarakuji é o 80° colocado da Narou. Eu já fiz uma review sobre a obra que você pode conferir aqui.

 

Re: Monster
(http://ncode.syosetu.com/n1782t/)

Remonster

Re: Monster é uma obra muito elogiada aqui no ocidente, alcançando o 122° lugar na Narou. Sendo mais uma obra de Tensei, nela nós acompanhamos um esper que acaba por ser morto e reencarna em um mundo de fantasia mantendo sua habilidade. O destaque da obra é o fato do protagonista reencarnar como um goblin. Kou, o goblin recém-nascido, possui a habilidade de adquirir skills a partir do que ele come. Apesar da obra também ter o fato do personagem desenvolver a sua tribo, assim como Slime datta ken, essa parte é relativamente fraca em Re:Monster já que tudo acaba sendo resolvido com muita facilidade e Slime datta ken ter preocupação com assuntos como vestimentas, sistema sanitário, política e etc que não temos em Re:monster.

 

Monster no Goshujin-sama
(http://ncode.syosetu.com/n9543bw/)

Monster no Goshujin-sama

O 150° lugar é Monster no Goshujin-sama. Na típica obra de isekai, uma escola inteira é transferida para outro mundo, no meio de uma floresta. Eles percebem que possuem habilidades especiais e enquanto enfrentam os monstros locais, constroem uma base para sustentar os com e sem habilidades. Só que como era de se esperar quando se dá poderes a um bando de adolescentes, eles perdem o controle e começam a fazer o que bem entendem. O protagonista era um dos indivíduos sem poderes que precisa fugir da base para não ser assassinado por seus próprios companheiros. Em meio ao terror da floresta infestada de monstros, ele descobre que a sua habilidade na verdade era a de transformar monstros em seus subordinados. Começando com um simples Slime, o protagonista agora vai tentar sobreviver da sua própria maneira nesse mundo, sem nenhuma intenção de voltar ao seu de origem depois de ser traído por aqueles em que confiava

.

Sayonara Ryuusei, Konnichiwa Jinsei
(http://ncode.syosetu.com/n6375bm/)

SayonaraRyuusei

Uma obra muito boa que eu nunca vou entender como pode ter uma colocação pior do que muitos outros dessa lista, o 215° colocado. Mais uma obra de Tensei, aqui nós conhecemos um dragão ancião, a criatura mais velha que existe na terra, mais velha mesmo que os deuses. Possuindo uma força equivalente a sua idade, o dragão acaba por se cansar da vida. Então, com a chegada do herói, ele se deixa ser morto sem nenhuma resistência, mas acaba por reencarnar como uma bebê humano. Apesar do protagonista ser o mais forte desde o início, (a ponto de que os deuses fogem desesperados dele) a obra tem ótimas cenas de luta. Isso porque o personagem principal decide não contar com a sua magia de dragão nessa nova vida (afinal, ele quer aproveitar o máximo esse curto período de tempo). Ele na verdade gasta anos estudando a magia dos humanos e as técnicas deles, apesar de haver momentos em que ele se vê obrigado a usar a magia de dragão. Além disso, há alguns momentos com boas comédias. A religião comum do seu país louva uma deusa que era sua amiga na vida passada, então existe mesmo situações em que indivíduos recebem “uma mensagem dos deuses”, com visões e tudo, apenas porque ela queria ajuda-lo.

Vou parar por aqui porque isso já ficou longo além da conta. É bem provável que boa parte das novels descritas aqui venham a ganhar anime em um futuro breve, então fiquem de olho.