Vivy: Fluorite Eye’s Song vai ter mangá

O twitter oficial do Wit Studio (Great Pretender, Attack on Titan, Kabaneri of the Iron Fortress) revelou que a série anime original Vivy: Fluorite Eye’s Song vai ganhar uma adaptação para mangá por Morito Yamataka (Carole & Tuesday).

O mangá vai começar a ser publicado na MAGCOMI da Mag Garden no dia 10 de abril de 2021.

A série anime estreou hoje no Japão com um episódio duplo. A direção é de Shinpei Ezaki (Woodpecker Detective’s Office), Yūsuke Kubo é diretor assistente, a história é de Tappei Nagatsuki (Re:ZERO -Starting Life in Another World-, Warlords of Sigrdrifa) e Eiji Umehara (episódios de Re:ZERO -Starting Life in Another World-, Chaos;Child) e o design de personagens é de loundraw (Tsukigakirei) com a sua adaptação para animação a ser da responsabilidade de Yūichi Takahashi. A música é da responsabilidade de Satoru Kousaki (BEASTARS, Lucky Star).

A história acontece em “Nearland”, um parque temático onde “sonhos, esperança e ciência” coexistem como um parque temático de IA. O parque temático é onde nasce a primeira IA automatizada do tipo humano. Vivy é uma IA que canta no palco para os participantes do parque todos os dias, já que é a sua diretiva é “fazer todos felizes através da música”. Ela apresenta-se de todo o coração para os participantes do parque. Um dia, um AI chamado Matsumoto aparece diante dela. Ele diz que veio 100 anos do futuro com a diretriz de “trabalhar com Vivy para corrigir a história e parar a guerra entre a IA e humanos que vai começar daqui a 100 anos”. A jornada de 100 anos da cantora Vivy começa.

FONTE@vivy_portal
Fundou o OtakuPT em 2007 e desde então já escreveu mais de 40 mil artigos sobre anime, mangá e videojogos.