Witch Hat Atelier ganha prémio de melhor mangá nos Harvey Awards 2020

Cats of the Louvre, Witch Hat Atelier e Way of the Househusband ganham Eisner Awards

Depois de ganhar um Eisner Award, o mangá Witch Hat Atelier de Kamome Shirahama continua a ganhar prémios e desta vez foi considerado o melhor mangá na edição deste ano dos Harvey Awards.

A competir com Witch Hat Atelier estavam H.P. Lovecraft’s At Mountains of Madness por Gou Tanabe, The Man Without Talent por Yoshiharu Tsuge, The Poe Clan por Moto Hagio e The Way of the Househusband por Kousuke Oono.

No site oficial de Witch Hat Atelier podemos ler:

Num mundo onde todos dão como garantidas maravilhas como feitiços e dragões, Coco é uma menina com um sonho simples: ela quer ser uma bruxa. Mas todos sabem que os mágicos nascem, não são feitos, e Coco não nasceu com um dom para a magia. Resignada com a sua vida não mágica, Coco está prestes a desistir do seu sonho de se tornar uma bruxa… até o dia em que ela conhece Qifrey, um misterioso mago viajante. Depois de ver secretamente Qifrey realizar magia de uma maneira que ela nunca tinha visto antes, Coco logo descobre que o que todos “sabem” pode não ser a verdade, e descobre que o seu sonho mágico pode não estar tão longe quanto pode parecer…