O que estamos a ver – 16 de Janeiro 2022

De uma forma resumida falamos um pouco sobre o que vimos e deixamos o convite para em baixo nos comentários dizerem o que viram e jogaram na última semana.

Bruno Reis

Kimetsu no Yaiba – Entertainment District Arc

O tom cómico e mais leviano foi completamente posto de lado neste explosivo episódio repleto de emoções fortes, no entanto, a comicidade surgiu durante uns segundos. Como não podia deixar de ser foi provocada pelo guerreiro javali, que nunca se recorda de um nome. Tanjiro continua a medir forças contra Daki, a situação é de tal forma desesperante que o jovem guerreiro ultrapassa limites muito pessoais colocando em risco a sua própria vida. Quando se encontra a mercê da demónio, a sua irmã -cansada de ficar na caixa a assistir- surge em cena para o salvamento com uma nova forma que parece saída de Metal Gear Solid V: The Phantom Pain. O ano ainda mal começou e já temos um forte candidato a melhor momento/episódio do ano. Não só a ação ultrapassou o lendário confronto contra Rui na primeira temporada (na minha opinião), como um tom muito mais sério (chegando mesmo a ser grotesco) foi determinante para uma escrita mais elaborada. Esta temporada vai ser fortemente disputada entre Kimetsu no Yaiba e Attack on Titan: The Final Season, visto que a estreia da segunda parte da última temporada começou no mesmo dia, a produção de Kimetsu no Yaiba mostrou o quanto está decidida a levar o troféu para casa porque certamente abafou a estreia dos titãs. A UFOTABLE está mesmo de parabéns.

Attack on Titan: The Final Season

A segunda parte da quarta e última temporada de Attack on Titan finalmente começou. A mesma continua onde a anterior parou com a invasão Marleana nas muralhas Eldianas. Enquanto Eren participa num “Triple threat match” entre o Titã Mandíbula e o Titã de Armadura, os seus amigos finalmente descobrem que existe uma réstia de bondade no seu coração e acreditam que tudo não passa de um plano para os proteger com o “Rumbling”. De salientar a nova abertura e o fecho que são literalmente um mergulho na vida do anti-herói. As suas letras são de tal formas incisivas que chegam mesmo sentirmos as suas emoções. Infelizmente para os puristas tivemos imensas doses de CGI entre as lutas dos gigantes.

Sabikui Bisco

Embora a narrativa de Sabikui Bisco tenha ficado envolta em mistério, o seu primeiro episódio foi mais que suficiente para ansiarmos para os próximos. A premissa embora seja excêntrica e estranha -devido a um mundo regido por cogumelos- é bem funcional para o seu género. A personagem principal e ambiente foram uma mistura de Sunabozu, e Trigun, devido a um mundo devastado e uma lendária figura que causa o caos e destruição por onde quer que passe, tal como Vash The Stampede. Outra coisa que Sabikui Bisco fez muito bem foi brincar com as nossas expetativas, foram inúmeros os momentos que o óbvio não foi assim tão óbvio, quer em situações como no restante dueto de personagens principais. A arte e animação também foram bem interessantes, sem dúvida vou a continuar a acompanhar.

Ousama Ranking

Este episódio foi dedicado à nossa rainha “Dende” favorita, Hilling. Contudo, enquanto esta e as suas forças travaram duelos contra os Reis do Submundo, também tivemos mais indicadores as personagens do seu mundo. As peças lentamente começam a encaixar-se.

Orient

Enquanto o episódio anterior foi focado no Musashi, este debruçou no seu irmão de armas, Kojiro. Descobrimos também o que significa espírito de Bushi, que nunca alimentem um Angry Bird, e que os Bushis são uma espécie de Motoratos… de marte.

Hakozume – Kouban Joshi no Gyakushuu

As nossas “PSPzitas” surpreenderam neste episódio em várias vertentes. Não só se debruçaram assuntos polémicos tais como a violação e a violência doméstica, como também os inseriram numa vertente muito humana. Adicionalmente também colocaram fatores sociais como o Pokémon GO, e uma das melhores piadas que vi até hoje sobre mulheres policia e piropos.

Sono Bisque Doll wa Koi wo Suru

Gojo descobre “horrores” quando mede as diversas zonas do corpo da Marin para criar o seu “cosplay”. Mais um episódio bem divertido e muito bem animado, onde inexplicavelmente tivemos um momento Son Goku e Chichi.

Dragon Quest: The Adventure of Dai (2020)

Dragon Quest: The Adventure of Dai, é mesmo um produto do seu tempo, e este episódio claramente retirou inspirações de outro grande anime da mesma era, o célebre Dragon Ball Z. Da mesmo forma que Vegeta deixou Babidi conquistar o seu espírito o mesmo aconteceu com Hyunckel neste episódio. Além deste registo também tivemos o que possivelmente a Toei Animation se inspirou para criar o Ultra Instinto de Goku, décadas mais tarde. Preparem-se porque doravante os confrontos épicos vão ser o destaque desta grande serie.

Respeitante a jogos, após a conclusão de God of War (2018) revisito mais um clássico da PlayStation no PC, Final Fantasy VII Remake Intergrade. No entanto, além de um preço mais que abusivo, esta port não apresenta os mesmos registos de qualidade que encontramos na aventura de Kratos. Felizmente os fãs, e os seus fantásticos “MODS” estão aqui para fazer o que companhias cheias que dinheiro não fizeram, e consequentemente salvaram o jogo. O mesmo conta já com dezenas de modificações que não só o aproximaram mais do clássico -faixas musicais- LVL cap 99, cosméticos-, como retificaram (e elevaram) imenso os grafismos, até já desfruto desta genial aventura com filtros “Ray tracing”. A sério meus amigos “MODS” são a melhor invenção de sempre, desde o pão fatiado claro está!

Helder Archer

Kimetsu no Yaiba – Entertainment District Arc

Um dos melhores episódios desta temporada em termos de animação e acção, o estúdio Ufotable mostrou novamente que é dos melhores da atualidade. Vimos surgir a irmã do Tanjiro a ter algum protagonismo que já tardava.

Attack on Titan: The Final Season

É impressão minha ou está melhor graficamente? Pelo menos foi a ideia com que fiquei. Attack on Titan regressou e em força, relembrando com este episódio a razão pela qual é o favorito de muitos.

Ousama Ranking

Muita coisa a acontecer em vários lugares, a história começa a aquecer e claro o nosso pequeno príncipe está a caminho.

Ricardo M.

O Livro de Boba Fett

Durante “As ruas de Mos Espa”, Boba Fett decide acrescentar força à sua equipa com grupo de jovens modders que mostram a sua coragem no instante em que enfrentam um wookie numa versão nada amigável como conhecemos de Chewbacca. Entretanto, os flasbacks do protagonista, trazem ao de cima uma memória trágica do seu passado que eventualmente deixa claro o motivo de ter ocupado o trono de Jabba the Hutt. A série continua desenvolver a passos leves, mas prepara-se para dar lugar a grandes momentos de ação com o clima de guerra que se instala.

Kimetsu no Yaiba – Entertainment District Arc

Ufotable de episódio para episódio tem manifestado a dimensão da sua qualidade. No sexto episódio animação foi fucral para representar as sequências de acção constantes que levam a Oni superior a ampliar o seu poder e o jovem caçador a superar uma vez mais as suas capacidades antes de perder as forças, que por fim dão lugar a Nezuko para o proteger, passando para secundário os restantes personagens que tem desempenhado um papel importante ao manterem o humor da série enquanto correm ao encontro dos colegas. Também ficamos a saber que Muzan, o mestre dos Onis, pretende eliminar a irmã de Tanjiro. Será que tem receio que ela consiga superar o seu poder?

Felipe Soares

Kimetsu no Yaiba – Entertainment District Arc

Enquanto que os fãs de Attack on Titan derrubavam os servidores da Crunchyroll, eu tentava assistir ao melhor episódio desta segunda temporada de Kimetsu no Yaiba. 

Não estava esperando que este episódio tivesse uma animação com uma produção impecável, com cenas de luta de tirar o fôlego e reviravoltas que não estava esperando. Infelizmente as reviravoltas são bem questionáveis, no lugar do vilão ficar mais poderoso (algo bem clichê em animes shonen) aqui temos o protagonista esquecendo de respirar no momento do golpe final, algo que não gostei tanto. Por outro lado, eu gostei da Nezuko assumir a luta de surpresa (e indo contra a ordem do Tanjiro de ficar na caixa). Agora é esperar o Hashira do Som ter o seu momento de brilhar, afinal este “Cavaleiro de Ouro” de Kimetsu no Yaiba também tem que ter o seu momento contra a vilã.

The Witcher

A Segunda temporada de The Witcher foi uma surpresa para mim, principalmente por acertar diversos pontos negativos de sua primeira temporada. Um ponto de destaque foram os efeitos especiais da série que ganharam uma produção maior, principalmente as magias usadas pelos bruxos e os monstros que ganharem um melhor acabamento nos efeitos.

Em questão de história eu gostei do andamento dos acontecimentos, principalmente por apresentar um Vasemir anos depois da queda de Kaer Morhen (acontecimento mostrado em The Witcher: Nightmare of the Wolf), a importância que a Ciri ganha nesta temporada e como Geralt forma uma “família” no final desta temporada.

Vindo de vários mundos e projetos, juntou-se à redação do Otakupt em 2020, pronto para informar todos os leitores com a sua experiência nas várias áreas da cultura alternativa. Assistiu de perto ao nascimento dos videojogos em Portugal até à sua atualidade, devora tudo o que seja japonês (menos a gastronomia), mas é também adepto de grandes histórias e personagens sejam essas produzidas em qualquer parte do globo terrestre.
Subscreve
Notify of
guest
2 Comentários
Mais Antigo
Mais Recente Mais Votado
Inline Feedbacks
View all comments
Miguel Neves
Miguel Neves
16 , Janeiro , 2022 19:24

Esta temporada é das continuações, porque em termos de novas adaptações, está relativamente fraco, obviamente que pode haver algumas adaptações boas que estão além dos meus “gostos”. Mas não existe o dito “diferente”, que seja apelativo a ver de encontro a algo que acrescente algo. Sente-se um pouco falta de coisas novas, o que na temporada anterior até houve um ou outro, nesta isso é literalmente inexistente, infelizmente.

Nekomante
Nekomante
17 , Janeiro , 2022 17:27

Gostei muito do anime do Bisco, achei bem misterioso e intrigante, ele consegue te prender na expectativa esperando o protagonista loucão aparecer e descobrir o que tá acontecendo naquele mundo pós apocalíptico, enquanto isso o telespectador vai acompanhando a história de fundo do dia a dia de um médico.