Cowboy Bebop Live-action vai mudar sexualidade de personagem

Mason Alexander Park

Foram ontem reveladas novas adições ao elenco da adaptação para série live-action do anime Cowboy Bebop pela Netflix e uma das adições está a suscitar críticas por estar associada a uma alteração da orientação sexual de uma das personagens.

Foi então revelado que o personagem Gren será reimaginado como “não binário”. Gren é um personagem secundário que apareceu nos primeiros dois episódios da série anime e que foi “submetido a drogas experimentais que aumentaram o seu estrogênio e fizeram com que as suas mamas crescessem”. Foi agora revelado que Gren será agora reinventado como “não-binário”, com seu ator Mason Alexander Park também a identificar-se como tal.

No twitter oficial da Netflix podemos ler:

Revolucionário como o anime original foi, o vocabulário que temos hoje para pessoas LGBTQ+ não existia quando foi exibido. Para a adaptação live-action, o personagem está a ser reimaginado como não binário por um ator não binário.

Estão previstos 10 episódios e no site oficial podemos ler:

Num futuro distante, onde os recursos são escassos e as viagens espaciais levam a novas fronteiras sem lei, um par de caçadores de recompensas precisa de uma grande oportunidade. A contragosto em parceria com a concorrência, uma pequena tripulação a bordo da BEBOP encontra-se a perseguir um alvo de alto, evitando empresários mega-poderosos e um sindicato do crime violento.

No elenco encontramos John Cho como Spike, Mustafa Shakir como Jet, Daniella Pineda como Faye, Alex Hassell como Vicious e Elena Satine como Julia.

Adições ao elenco de Cowboy Bebop Live-action

  • Geoff Stults como Chalmers
  • Tamara Tunie como Ana
  • Mason Alexander Park como Gren
  • Rachel House como Mao
  • Ann Truong como Shin
  • Hoa Xuande como Lin