Netflix está a lutar contra a partilha de passwords na América Latina

Para combater a partilha de passwords na América Latina a Netflix revelou que os habitantes da Argentina, República Dominicana, El Salvador, Guatemala e Honduras vão começar a partir de dia 22 de agosto a pagar um “extra” se quiserem aceder ao serviço de streaming fora da sua residência principal por mais de um curto período de férias.

Os assinantes podem assistir à Netflix nos seus smartphones ou tablets a qualquer hora e o quanto quiserem, mesmo enquanto estiverem a viajar ou a visitar outro lugar. Mas se quiserem transmitir numa TV, só poderão acessar a Netflix sem custo adicional por duas semanas enquanto estiverem longe da sua residência principal.

Os assinantes do nível básico podem adicionar uma casa extra, no nível padrão até duas extra e premium até três extra. A Netflix afirma que usa informações como endereços IP, IDs de dispositivos e atividade de conta para detectar as asas, e aconselha a não utilizaram VPNs.

Subscreve
Notify of
guest

1 Comentário
Mais Antigo
Mais Recente Mais Votado
Inline Feedbacks
View all comments
luizD
luiz
20 , Julho , 2022 1:16

Já tão perdendo assinante até dizer chega, mas preferem seguir sendo imbecis, seja com isso, seja com esse modelo bizarro de assinatura com anúncio (q ultrapassa todos limites do absurdo)