Rússia está a investigar a Netflix por divulgar conteúdo LGBT

A Netflix se for considerada culpada enfrenta uma pesada multa e suspensão temporária dos serviços

Anime que vai ser lançado na Netflix em 2022 e depois

Segundo a Reuters, a Rússia está a investigar a Netflix após o comissário público para a proteção das famílias acusar a companhia de streaming de violar a lei russa sobre “propaganda gay”.

O comissário afirmou que algum conteúdo da Netflix com temas LGBTQIA+ foi classificado como adequado para maiores de 16 anos. As leis do país não permitem a distribuição de “propaganda sobre relações sexuais não tradicionais” entre menores de 18 anos.

Se a Netflix for considerada culpada pode ver o seu serviço suspenso temporariamente na Rússia e condenada a pagar perto de 12 mil euros de multa.

Uma fonte da Netflix disse ao jornal Vedomosti que a empresa não encontrou nenhum conteúdo LGBT em violação da lei da Rússia durante uma análise no início de novembro. O jornal noticiou este mês que as autoridades podem proibir os serviços de streaming de ter programas e filmes que retratam “relações sexuais não tradicionais e desvios sexuais” nas suas bibliotecas.

FONTEReuters
Fundou o OtakuPT em 2007 e desde então já escreveu mais de 40 mil artigos sobre anime, mangá e videojogos.