AMV – Uma arte catártica

O tópico que vamos abordar hoje, na nossa jornada Into the AMV world, é a utilização de amv´s como forma de catarse. Obviamente, a função inerente do amv é entreter, mas para além disso, o amv também serve como uma tela para o editor expor, por exemplo, as suas ideologias.

Para melhor demonstrar esta ideia, o amv desta semana é Psychedelic Limbo por KazKon. Este editor é conhecido por criar obras extremamente não recomendadas a pessoas que sofram de epilepsia, contendo visuais psicodélicos acompanhados por quality EDM music.

Antes de avançarmos, acho relevante mencionar que as interpretações que irei fazer do amv serão em parte subjectivas, sendo que o editor não proporcionou um motif claro para o seu amv. Citando o próprio, “This video is thoughts and feelings, difficult for a viewer to understand the concept, I know it.” – Resposta para a pergunta de um inscrito sobre o tema do amv no canal do editor.

Apesar de não ser o meu amv favorito do editor (essa posição pertence a Alice in Broken Land), este amv contem traços claros do tópico que estamos a abordar. O amv começa com a citação “We all live in a psychedelic limbo”, propondo logo no inicio a crença que o editor pertende exteriorizar. Esta idea de nos encontrarmos entre a vida e a morte, entre o bem e o mal e outras antíteses semelhantes, é visualizada ao longo do vídeo, seja pela dualidade de sentimentos que os personagens apresentam ou na constante referência da entidade absoluta que é o Tempo. Monogatari Series é excelentemente escolhido como sauce para ovideo, tendo em conta que a saga visualmente contem uma qualidade muito acima da norma, tanto em termos de coloração como de composição de imagem e conceptualmente lida com o sobrenatural, com aquilo que existe no limbo fora da nossa percepção, justificando tanto o título do amv como realçando as ideais do editor. A frequente interferência do Tempo, renderizando nula as acções dos personagems, é provavelmente uma metáfora sobre a insignificancia das nossas ações como indivíduos. Esta ideia é realçada por KazKon, atravéz da tipografia e um tigre gigante, assumindo-se este ultimo como a forma corporeal da entidade Tempo no amv, que se possa como um obstaculo para os personagens durante o vídeo.

O primeiro ato do amv exibe “desejo”, onde por exemplo, a personagem Hanekawa tenta roubar um beijo ao personagem Araragi. O segundo ato aborda a “estagnação”, onde a personagem Shinobu se encontra num estado de suspensão. O terceiro ato celebra o “chaos”, com o sofrimento de Araragi ao ser queimado vivo. Cada um destes atos serve para salientar o tema geral do amv. No primeiro ato, a acção de Hanekawa é anulada com a rebobinação do tempo, voltando a posição zero. No segundo ato, Shinobu que se encontrava em suspensão temporária, volta a “crescer” (metáfora do desenvolvimento humano), voltando assim ao processo normal de desenvolvimento (posição zero). No terceiro ato, Araragi que estava a sofrer continua a sofrer, havendo aqui uma quebra no modus operandi do editor, sendo que era espectável que o chãos se desenvolve-se para ordem, cumprindo assim o motif de limbo (tudo volta a posição zero). A razão do editor ter tomado esta decisão, pode ser devido a falta de cenas do anime que enquadrassem no motif ou simplesmente porque ele queria que o amv termina-se em um tom negativo. “Mesmo no limbo, prevalece o sofrimento”, ou algo do género. O vídeo literalmente termina com um claustrafuck de desespero na expressão dos personagem, com a Hanekawa tentando “progredir” sem resultados, devido a interferência do Tempo e com Araragi finalmente regurgitando o pequeno-almoço, pelo nojo dos acontecimentos que ele é obrigado a presenciar. Acontecimentos esses que fazem analogia a nossa realidade, onde somos apenas engrenagem na máquina que é a sociedade, cumprindo a mesma rotina todos os dias. Bastante enjoativo suponho eu.

Resumindo, é um amv incrivelmente niilista, que demonstra a inconformidade do editor com sua realidade, ou pelo menos a realidade que ele confrontava no momento der edição.

Espero que tenham apreciado esta super-análise desnecessária, recomendando a todos que façam uma maratona dos amv´s do KazKon. Mesmo aqueles que sofrem de epilepsia ?


Link do Canal: https://www.youtube.com/channel/UCPrn1Q40vvAdudaaLJoGWsQ

Autor do artigo: REM