Análise — Viagem de Chihiro

Chihiro00

 

Um dia eu decidi perguntar para o meu amigo… o que ele achava de “A Viagem de Chihiro”? A resposta dele ficou marcada em minha mente de uma forma tão forte e tão inextinguível que eu nunca consegui esquecer da descrição que ele deu, sendo a seguinte: “Viagem de Chihiro transcende o que pode ser considerado como simplesmente um entretenimento passivo onde você está somente recebendo informações, contextos visuais e interpretando o que o desenvolvimento daquela narrativa que os diretores e roteiristas querem te passar. Viagem de Chihiro é sublime”. As vezes, não nos tocamos que as palavras que usamos para dar um significado a como nos sentimos, talvez sejam errôneas e não queremos realmente dizer aquilo – nesse caso não, pois eu o questionei se essa era uma palavra que poderia definir Chihiro, mas ele me disse o seguinte: “Sublime é muito pouco perto da experiência que eu tive com Viagem de Chihiro”.

 

O Sublime ele é algo cujas qualidades ultrapassam o comum, ele é magnífico: um trabalho sublime que transcende o ser humano o elevando a um nível que não é ordinário, comum, mundano. Extraordinário que expressa um elevado grau de excelência ou distinção. Características morais e intelectuais admiráveis em que há perfeição material, moral ou intelectual. Incitando comportamentos e/ou ideias nobres, elevado que se distingue dos demais. Ele é tão grandioso por meio de atitudes e sentimentos que uma palavra talvez seja pouco para descrevê-lo, tornando-o um verdadeiro colosso. “A VIAGEM DE CHIHIRO” pode não estar no meu Top 3 de melhores animes que eu já assisti na minha vida, mas ele é o único e exclusivo anime de todos os outros que eu já vi na minha vida… que eu não consigo dar outra nota que não seja uma máxima.

 

Por que? Vocês vão descobrir agora.

 

Chihiro04

O Mago por trás das suas feitiçarias.

 

Como muitos de vocês devem saber – alguns talvez não, Viagem de Chihiro é uma produção do Studio Ghibli, um estúdio de animação japonesa sediado em Koganei, Tóquio, fundado em 1985 pelo mestre Hayao Miyazaki, Isao Takahata, Toshio Suzuki e Yasuyoshi Tokuma após o sucesso de “Kaze no Tani no Nausicaä” ou “Nausicaä do Vale do Vento”. Atualmente ele carrega consigo 20 filmes de animação, sendo o primeito deles “Tenku no Shiro Rapyuta” ou como conhecemos em outros lugares: “O Castelo no Céu”, que foi lançado um ano depois após ele o estúdio ser fundado. O mais recente trabalho é Omoide no Mãnii – ou, As Memórias de Marnie – lançado em 2014 no Japão e em novembro de 2015 em outros lugares.

 

Com únicas seis exceções, o estúdio possui todos os filmes dirigidos por Hayao Miyazaki e Isao Takahata, tendo Toshio Suzuki por sua vez como o produtor da maioria destes filmes. Em 2001 o Museu Ghibli foi fundado, dedicado único e exclusivamente as obras dele. Uma curiosidade é que: o logo da empresa é Totoro, um personagem do filme “Tonari no Totoro”, lançado em 1988 – ou, “Meu Amigo Totoro”. Desde o primeiro filme lançado pelo estúdio eles vem recebendo aclamação mundial da crítica especializada e também não só do seu público-alvo, como também meros telespectadores comuns que vão apenas procurar assistir um bom filme. Em especial, Hotaru no Haka – ou, Cemitério dos Vagalumes – que é considerado até hoje um dos melhores filmes de guerra já produzidos na indústria. Sen to Chihiro no Kamikakushi – Exatamente isso que você está pensando, o nome do filme em japonês que falaremos aqui hoje – é o único filme de língua não-inglesa a ganhar o OSCAR de MELHOR FILME DE ANIMAÇÃO e é considerado o 10º melhor filme da história do cinema.

 

Mais uma curiosidade: Miyazaki estava envolvido com dois projetos antes do desenvolvimento de Viagem de Chihiro, porém, ambos foram interrompidos para dar lugar a produção ao longa após ele decidir que a história seria baseada na filha de 10 anos de seu amigo que o visitava todo dia em sua casa nos verões, assim, com um orçamento de 1,5 bilhão de Ienes – 15 milhões de dólares estadunidenses – a produção começou no ano de 2000. Em 2001, o filme já tinha arrecadado mais de 30 bilhões de ienes – 228 milhões de dólares – se tornando o longa mais bem-sucedido da história do cinema japonês enquanto no exterior, ele arrecadou 264 milhões de dólares, ganhando o Urso de Ouro no Festival de Berlim em 2002, além do Oscar que eu já falei anteriormente.

 

Será que o filme que falaremos aqui hoje é tão importante assim?
Leitor, você não tem ideia.

 

Chihiro03

O quão importante é uma “Boa Narrativa”.

 

Viagem de Chihiro é uma história que conta as aventuras de Chihiro Ogino, uma garota de dez anos que estava se mudando para uma outra cidade com seus pais e durante a viagem, são forçados a pararem por um obstáculo em suas frentes. Seu pai, curioso para o que estava logo adiante, decidiu adentrar e se aventurar por aquele novo território. Mas, ao badalar da noite, Chihiro se vê presa em um mundo fantástico de espíritos, criaturas estranhas e seus pais transformados em porcos. Agora, Chihiro tentará buscar uma maneira de reverter esse feitiço que transformou seus pais no que eles são agora, trabalhando ao lado de uma velha senhora que comanda um grande hotel de banho.

 

E é justamente com essa premissa bem simples e batida que temos uma das maiores produções de animação da história do cinema mundial pois, ele não depende somente dessa pequena premissa para ser uma animação interessante. Ao longo da história, acompanhamos através de uma excelente narrativa e um incrível seguimento de construção de roteiro, as aventuras de Chihiro e como ela está lidando constantemente com as situações totalmente inusitadas e difíceis que ela acidentalmente está inserida. Desde seu comportamento até mesmo a forma dela de pensar, são muito bem retratadas de como uma criança supostamente vivenciaria e reagiria a toda aquela gigantesca expansão de consciência e informação sendo mostrada a ela. Sua interação quase nula no começo, as surpresas, as descobertas, como ela lida com as situações críticas que vão servir para desenvolver sua mentalidade naquele ambiente e como ela deve se comportar de agora em diante se ela realmente quer resolver o problema em que seus pais se meteram – é tudo muito crível e desde o primeiro segundo da animação você consegue acreditar que tudo aquilo poderia realmente ser ações de uma criança, justamente pelo belo comportamento que é transposto e trabalhado por parte dos animadores e também roteiristas, assim como a narrativa que não é nada preguiçosa mas não demora muito para te contar o que ela quer, sem te encher de informações desnecessárias e irrelevantes pois, desde o começo, vemos e percebemos que: “Essa é a história da Chihiro”.

 

Chihiro05

Núcleos Primários ou Secundários.

 

A História vai nos mostrando com o tempo o amadurecimento de Chihiro e o aprendizado constante que ela tem como personagem, assim como pessoa. Mas, apesar de a história ser claramente focada nela, notamos que existe algo acontecendo a sua volta e que cada pedacinho de informação que é soltado, personagens secundários que aparecem e até mesmo os figurantes que surgem em sua volta: Eles possuem sua relevância, nada é descartado ou jogado de lado pois todos esses elementos fazem parte desse novo “universo” – vamos dizer assim, que farão parte de núcleos que no fim, vão se fechando lentamente para construir e encerrar o arco que amadurecerá Chihiro por completo como uma das personagens femininas infantis mais cativantes da história do cinema, onde constantemente está aprendendo, constantemente lidando com situações extremas e novas, mas que por dentro ainda possui o seu coração generoso e inocente – por mais que em constante desenvolvimento de aprendizagem.

 

Os personagens em sua volta são interessantes e bem trabalhados quando são colocados a prova em suas interações com a Chihiro, eles cumprem seus devidos papéis – seja o secundário que estará a disposição da protagonista para ajudá-la em seus problemas, o contraste que irá contra os ideais da personagem e não quererá ajudá-la, o antagonista que irá contra a personagem e tentará impedi-la, ou até mesmo os figurantes que reagem a presença de uma humana em um mundo que supostamente ela não deveria estar la. E o desenvolvimento desses personagens que estarão inseridos em seus núcleos que influenciarão a aventura de Chihiro atrás da cura para a sua situação, novamente, são bem desenvolvidos e narrados para o telespectador, em conjunto com uma animação excelente.

 

Chihiro06

Animação e Trilha Sonora: Meu deus, o que é isso?

 

Não temos movimentações e gestos exagerados de personagens como da vez onde eu critiquei Death Parade por tentar reproduzir o desespero humano realizando animações que simplesmente são irreais e impossíveis do corpo humano reproduzir, a ponto que nem mesmo a suspensão de descrença consegue deixar isso de lado. Aqui em Viagem de Chihiro temos as expressões corporais comuns de se ver transmitidas em uma animação japonesa, mas são todas dentro de um contexto visual e muito bem incrementadas, além de não serem nada irreais ou forçadas – ainda mais quando considerados que é uma criança onde ela realmente possui muitas expressões faciais e corporais a se realizar em uma situação tão nova que ela se inseriu.

 

Além da animação muito bem traçada, corpos humanos sendo bem reproduzidos e novas criaturas sendo criadas baseadas em conceitos regionais do japão, acompanhamos a história em diversos momentos empolgados para ouvir a próxima trilha sonora que se encaixa perfeitamente com seus momentos onde está sendo colocada e ajuda em dar um contexto auditivo sobre o cenário, sons de toalha, roupas, passadas, batidas, a dublagem dos personagens com exceção da voz da Chihiro são muito bem escolhidas e muito bem atuadas. A Trilha Sonora ambiental é um toque de design muito bem elaborada e muito bem executada no anime, fora a instrumental para dar mais emoção e dinâmica aos momentos tocantes, dramáticos e profundos da animação.

 

 

Eu recomendo “Viagem de Chihiro”: Eu gosto de dizer que, graças a trilha sonora, graças a sua animação, o bom trabalho do estúdio e a excelente magia que o estúdio Ghibli realizou na animação: Viagem de Chihiro está para o cinema como uma das melhores animações já feita na história da indústria, como Journey está para os videogames como um dos melhores jogos já produzidos pelo ser humano na indústria. Viagem de Chihiro, como meu amigo uma vez disse para mim, ele é sublime – está acima de um número quase infinito de possibilidades e gêneros já produzidos na indústria, te mostra uma proposta simples mas tão magicamente bem incrementada e produzida, é uma experiência imersiva e com um exemplo de como se realizar uma narrativa. Se você nunca viu Viagem de Chihiro, por favor, não deixe de ver.

 

Até a próxima Análise ou EuRecomendo!

Tchau!

Subscreve
Notify of
guest

10 Comentários
Mais Antigo
Mais Recente Mais Votado
Inline Feedbacks
View all comments
Victor Oliveira
Victor Oliveira
11 , Julho , 2019 18:45

Cristo, que análise mais linda. Eu faço as palavras do seu amigo as minhas.

Yhan
13 , Julho , 2019 23:54

HahhaHa Sentiram minha falta? acharam que eu não iria aparecer aqui? :v
Ótima análise Weslley!!! Captou bem a alma da obra. Não é atoa que o filme é considerado uma das melhores obras no cinema, sempre vejo a obra nos Tops desses críticos de hollyhood!! E não é o único filme do estúdio ghibli que eu adoro, cada um tem um elemento magnífico, mas talvez Chihiro é o único que mereça uma nota 10, ou pode até ter outro.
A viagem de chihiro tem uma forma tranquila, subjugada de contar uma simples história de uma garota simples em um mundo muito estranho, por conta disso que a história funciona perfeitamente. Esse tipo de história já vimos muitos por ae neh? Sobre crianças que vão parar em um mundo de fantasia, mas geralmente é aquela coisa com dramas com romance mal executados, com batalhas grandiosas cheio de ação só para te manter entretido. Chihiro não precisa desses aspectos para tem manter interessado, apenas sua narrativa bem executada te prende, e sua simplicidade é algo ótimo, porque eu odeio filmes que tentam fazer algo grande no final, tipo deadpool ou esquadrão suicida, um filme simples mas na reta final eles tentam fazer algo grandioso que meio que não combina com a premissa.
Sobre a dublagem japonesa eu não posso opinar muito, eu vi o filme apenas Dublado, mas garanto que a dublagem é feita com carinho também (Isso pelo que lembro das vozes).

A animação é perfeita e tão natural e detalhada! A ambientação é rica em cores e a ambientação é perfeita, até arrepiamos quando lembramos daquela cidade de noite com aquele tanto de luz acesa, ou o ambiente de manhã com o vento batendo da grama e ela se movimentando, ou aquela estátua no início cheio de musgos, ou aquela cena do trem <3... Não tenho do que reclamar com aquela animação perfeita e totalmente fluída, cada movimento de um dedo é incrivelmente super fluído.
Trilha sonora perfeitamente agradável, relaxante e combina perfeitamente com o ambiente da obra, não tenho do que reclamar, nem consigo simplificar direito, é algo que eu fico encantado, as OST lembram muito algo da natureza, são simples e lindas, faz valer cada nota, o mesmo para as canções como a "Always With Me".

Em si é isso, seus personagens são totalmente interessantes e cumprem seu papel na trama, não tenho do que reclamar, uma história encantadora bem simples e que funciona muito bem sem nenhum exagero. Acho que o único fator que acabei mesmo achando estranho é os pais ser bem burros e a chihiro de alguma forma agindo como criança conseguiu ser mais sensata que não deveriam ter feito aquilo, mas é compreensivo, tem pais que são burros como uma porta, conheço alguns assim que não tem mentalidade para cuidar de uma criança hehehhe.
Eu sempre falo para quem é fã de animação, acho obrigatório você ver a viagem de chihiro, não é algo que te desapontará.
Merece meus 10/10, deve ser o único filme que dei essa nota.
Weslley quero ver você analisando os outros filmes do estúdio ghibli 🙂

Charles
13 , Julho , 2019 23:54

Eu assisti ao filme quando era criança, em uma época que nem fazia ideia do que eram animes. Naquele tempo, as criaturas que existem no filme, me deixaram perturbado e nunca mais eu vi o filme novamente. Mas já faz anos que vejo as pessoas falarem do quão incrível o filme é, preciso assistir novamente.

Alexandre Skywalker
Alexandre Skywalker
13 , Julho , 2019 23:54

Um anime importante
Anime que ganhou um Oscar e Urso de ouro na Alemanha algo de grande renome que o japão não tem tanto destaque no setor cinematográfico igual aos Eua ou Reino unido .
A obra é rica em destalhes como enredo , personagens , ambientações , tensão dramática ( menos que os animes da Masterpiece theater ) . E a ghibli usa muito bem . Considerado um dos (se não o) melhores filmes anime de todos os tempos, vamos ver o quão bom ele realmente é (em meus olhos somente é claro). História: A trama de A Viagem de Chihiro tem uma forte semelhança com Alice no país das maravilhas. Ambos apresentam Jovens moças encalhadas em um mundo de fantasia bizarra, lutando para voltar para casa. Há uma grande quantidade de criaturas estranhas e acontecimento mágico. Para alguém do oeste, algumas dessas coisas podem parecer ainda mais estranho, mas já que estamos em um conto de fadas, que não deve incomodá-lo. Em vez de ir para a frente, este filme leva um par de voltas que podem torná-lo difícil de seguir para os muito jovens espectadores, mas, em geral, posso dizer que este é um passeio divertido.Algumas expressões faciais eram usadas em momentos que não eram para serem usados .
Pontos negativos – Expressões faciais que não era no seu devido tempo , personagens que não tiveram um bom destaque como é o caso do Rin .
Pontos positivos – Uma história emocionante e cativante que faz que nossos que somos telespectadores nos emocionar , A arte bela e tocante e o som .
Nota 7.9 ou 8.0

Shiba
Shiba
13 , Julho , 2019 23:54

Um otimo filme mesmo.

Weslley de Sousa
Reply to  Shiba
14 , Julho , 2019 0:49

Eu acho ele perfeito.

Nanba-san
Nanba-san
13 , Julho , 2019 23:54

É muitooooooooo bom esse filme, já assisti varias vezes. Quem n gostar desse filme pode pedir transplante de coração pq o seu com certeza ja parou de funcionar.

CrazyWolf
13 , Julho , 2019 23:54

Um filme incrível, se você gosta da cultura japonesa (talvez ate quem não goste) é um daqueles filmes que você DEVE assistir

Weslley de Sousa
13 , Julho , 2019 23:54

E uma coisa que eu gostaria de falar para aqueles que querem saber mais opiniões minhas sobre outros animes:

– Esse é o único anime na minha vida que eu dei nota máxima, nenhum outro além desse merece uma nota máxima na minha opinião. Sim, eu sou chato.

Lucio
13 , Julho , 2019 23:54

Não sei o que adianta por a nota 5 porque só esse anime tem essa nota para vc kkkkkkkkkkkk, zueras a parte tem de ter ao menos o que significa, olha eu sou uma pessoa horrível quando se trata de clássicos, existe muitos animes antigos que as pessoas amam ou filmes mesmo, mas que eu nunca vi ( eu raramente vejo um filme de anime que já não seja ligado a uma série)…ai por isso este eu nunca vi, claro que planejo isso, e seus elogios só me motivam mais ainda, outro dia desses minha colega na facul, elogiou bastante este filme mesmo ela não vendo animes este foi como um desenho de criança para ela, então um dia planejo conferir sobre.