Animador afirma que Netflix e MAPPA pagam valores baixos em suas produções

O animador Ippei Ichii revelou informações sobre os valores que os animadores receberam na produção de um anime animado pelo estúdio MAPPA para o lançamento no catalogo da Netflix.

Em uma mensagem no Twitter o anime revelou que:

Aparentemente, um produtor que trabalhava em um anime da Netflix feito no MAPPA sugeriu pagar 3.800 ienes (34 dólares) por corte. O orçamento para séries de TV está entre 3.800 e 7.000 ienes, então, se você aceitar essa oferta, o preço unitário dos animadores diminuirá. Atenção: se você perguntar, acho melhor negociar por 15.000 ienes (134 dólares) ou mais.

Para evitar um mal-entendido, Ippei ressaltou que seu problema era com a Netflix, por eles terem um grande montante de capital e ainda assim fazerem pedidos com taxas muito baixas. Ele ainda afirma que estes valores seriam mais baixos que os pagos em uma produção de série anime para TV.

Um outro animador afirmou que recebeu 250 ienes (2 dólares) para produzir uma animação intermediária em um estúdio terceirizado no projeto de um filme anime que exigia um alto grau de polimento. Ele afirma que o estúdio deste filme “recentemente fez um trailer viral”.

Esta não é a primeira vez que o estúdio MAPPA recebe algum tipo de crítica, no mês de maio um animador fez fortes críticas ao estúdio nas redes sociais após ter trabalhado em quatro projetos ao mesmo tempo.

Animador denuncia péssimas condições de trabalho no estúdio MAPPA

Um fã de animes, cinema, games, séries e com um gosto musical incomum. Membro brasileiro do OtakuPT e formado em Processos Fotográficos.