Chio-chan no Tsuugakuro – Ep. 10: Doces, trabalho e gatos

0

Chegamos ao decimo episódio de Chio-chan no Tsuugakuro e neste episódio dividido em três partes vemos Chio e Manana levando Momo em uma festa dos doces, descobrimos a relação entre Ando e garota que atacou Chio anteriormente e uma aventura do ex-arruaceiro e o gato George.

Na primeira parte deste episódio vemos Momo pedindo para Chio e Manana acompanhar em uma experiencia de degustação de doces após ter recebido uma resposta enigmática do professor Gotou. O legal nesta parte é que aos poucos Momo vem se soltando, tentando experimentar coisas em grupo, mas é interessante que a personagem inicialmente tenta se manter seguindo as regras até se soltar totalmente na loja de doces. Outro ponto legal na cena da loja é que as três personagem se soltam totalmente quando estão em grupo, a ponto de contagiar até a atendente da loja em um momento, mas se mantem sérias e tímidas quando tem que realizar alguma ação sozinhas.

Vendo por um ponto de analogia, o problema de Momo se soltar demais quando comi doces pode ficar como uma analogia a bebidas alcoólicas. Vejo a relação entre estes dois itens pois se deve a personagem apresentar uma reação aonde ela fala coisas inapropriadas em momento indevidos ao ingerir a mínima quantidade de doces, algo que também pode ocorrer com uma pessoa que possui fraquezas com bebidas.

A segunda parte do episódio mostra Chio seguindo a estudante que a atacou em alguns episódios anteriores, descobrimos nesta parte que a garota é irmã mais nova de Ando e quais os motivos que levaram a personagem a tentar se vingar das alunas da escola de Chio. É interessante ver que a personagem admirava Ando como um cara que tinha como objetivo se tornar no futuro o maior arruaceiro, mas que se tornou uma pessoa comum e com um trabalho comum após conhecer uma determinada garota. Também é legal ver a evolução do próprio Ando, que se dedica ao trabalho que está executando e se questiona das ações que não realizava antes de deixar de ser arruaceiro. Ao fim desta parte temos toda a questão se revolvendo de uma forma muito cômica com a chegada de Manana e uma tentativa de se vingar da irmã de Ando pelos acontecimentos ocorridos com ela anteriormente.

Mesmo sendo mais curta que as partes anteriores, a terceira parte foi muito bem produzida em questão de roteiro e direção de animação. Mesmo não tendo nenhuma fala, esta parte conseguiu construir toda a relação de Ando e o gato George apenas com ações e flashback mostrando rapidamente uma ocorrência no passado do personagem. A animação possuía um traço diferente e a trilha sonora conseguiram passar sua mensagem apenas com expressões faciais a ações do personagens.

No geral, este decimo episódio de Chio-chan no Tsuugakuro conseguiu desenvolver mais os seus personagens e ainda abordar, através de analogias, assuntos um pouco mais sérios. A animação na primeira e segunda parte manteve seu nível padrão mediano, mas na terceira parte temos uma animação com uma direção diferente junto a um roteiro e trilha que foram trabalhados para funcionarem sem a necessidade de falas.