Chuubyou Gekihatsu Boy acusado de plágio

O animador Isshin acusou a produção da adaptação para série anime da novel “Young disease outburst Boy” (“Chuubyou Gekihatsu Boy”) de ter plagiado a sua animação na sequência de abertura do anime.

Isshin colocou um vídeo com a animação no youtube em abril de 2019 e podem ver em cima a comparação das animações onde 11 segundos parecem ter sido copiados.

Isshin acabou por apagar o tweet alegando que está neste momento a falar com o staff da série anime. Ele agradeceu o apoio dos seus fãs e que posteriormente falaria sobre o assunto.

Antes de Isshin remover o tweet, uma conta no Twitter que alegava ser o diretor da série, (Clean Freak! Aoyama kun, Bakugan Battle Planet, Monster Strike the Animation), pediu desculpa. O suposto tweet dizia que Ichikawa forneceu alguns URLs do YouTube à equipa para referência para os gráficos de movimento planeados e ele responsabilizou-se por não verificar minuciosamente o trabalho concluído em comparação com os vídeos de referência. Ichikawa alegadamente afirmou que o vídeo de Isshin foi o que ele forneceu para referência. Ele ofereceu-se então para deixar Isshin supervisionar a produção de uma sequência de abertura no seu próximo trabalho anime como uma forma de desculpa. Entretanto o tweet também foi removido.

Ainda recentemente a Playstation se envolveu num caso semelhante quando uma empresa que contratou para a realização de um vídeo promocional utilizou animações de outros animadores.

Chuubyou Gekihatsu Boy estreou em outubro de 2019, a animação é do , a história é de Midori Gotou (Hozuki’s Coolheadedness all three seasons, Clean Freak! Aoyama kun) e o design de personagens é de (Clean Freak! Aoyama kun.

A história baseada numa canção vocaloid por rerulili e kagomeP desenrola-se à volta de Mizuki Hijiri, uma menina do ensino médio que acabou de se transferir para uma nova escola. Nesta sua nova escola, ela tem um encontro fatal com jovens que sofrem de chuunibyou (delírios adolescentes de grandeza). Há Noda que sonha em tornar-se num herói, o tragicamente bonito otaku Takashima que só gosta de meninas 2D, Nakamura, o supostamente “reencarnado” anjo ou demónio, e o auto-proclamado Tsukumo.