Crunchyroll já pagou mais de $100 milhões à indústria anime

O que aconteceu no ataque informático à Crunchyroll

Segundo o The Hollywood Reporter a Crunchyroll já contribuiu com mais de 100 milhões de dólares em royalties para a indústria japonesa.

A notícia foi confirmada pela própria Crunchyroll que revelou igualmente que metade dos seus utilizadores são mulheres.

Crunchyroll foi lançada em 2007 como um site de streaming anime pirata oferecendo animes sem a autorização dos detentores dos direitos, mas o site rapidamente fez sucesso e no ano seguinte, em 2008, juntou mais de 4.05 milhões de dólares em investimento da Venrock começando assim a licenciar animes para distribuição.

Em 2015 a Crunchyroll juntou-se à Sumitomo Corporation para produzir anime. Desde essa altura a companhia de streaming anime investiu em mais de 40 animes como A Place Further Than the Universe, Citrus, How to keep a mummy, Toji no Miko, Laid-Back Camp, Junji Ito “Collection” e Ms. Koizumi loves ramen noodles.

Em fevereiro de 2017 a Crunchyroll anunciou que tinha mais de 1 milhão de subscritores pagantes contando também com 20 milhões de utilizadores registados e mais de 800 títulos.

Se ficaram curiosos podem visitar aqui o site da Crunchyroll e ter acesso a uma demonstração gratuita de 14 dias que vos permite ver os episódios mais recentes.