Dublar filme de My Hero Academia foi uma ótima escolha da Sato Company, mas ainda existem desafios a superar

Quando a Sato Company anunciou que iria trazer o filme My Hero Academia: Two Heroes para o Brasil (Academia de Heróis – Dois Heróis, como ficou o título do longa) logo me veio a preocupação sobre a questão da língua em que o longa seria exibido. O filme estreou no Japão em agosto de 2018 e nesta semana está sendo lançado em DVD/Blu-Ray, rapidamente as vias alternativas já estão trabalhando na produção de legendas para o longa e os mais apressados irão usar destes meios para conseguir ver o filme o mais prevê possível.

Caso a Sato Company fosse exibir Two Heroes com linguagem original em japonês e legendas isso poderia claramente afastar o fã que já havia assistido o longa pelos meio alternativo e também o público não fã de conteúdo legendado mas que é fã da série por causa do manga, porém a distribuidora anúncio nesta quarta-feira que o filme será exibido no Brasil com dublagem e isso acaba sendo um ponto extremamente positivo por causa de diversos fatores.

Primeiramente tem a questão do fator exclusividade, sendo exibido em versão dublada o longa acaba ganhando algo que não existe atualmente nem em sua versão de série anime, exibido via streaming pela Crunchyroll, o que faz com o público que assistir ao filme tenha acesso antecipado a um conteúdo exclusivo que (até o momento) não se encontra em outro lugar. Segundo que por ser algo de My Hero Academia em versão dublada isto acaba sendo um diferencial em relação a todo o conteúdo existente sobre a série no Brasil (com exceção do manga publicado pela editora JBC), pois, como disse um pouco acima, a série anime no Brasil existe atualmente apenas em versão legendada e o filme é um excelente termômetro para uma possível versão dublada da série. Terceiro que a versão dublada aproxima o fã da série do manga mas que não possui afinidade com obras visuais legendadas ou não costuma ver conteúdo na linguá japonesa.

My Hero Academia: Two Heroes vai ter mangá

Claramente que escolher dublar o longa de My Hero Academia também gera outros desafios. O primeiro desafio deles será a escolha do estúdio e do elenco de dublagem que irá produzir a versão dublada do longa, atualmente existem muitos estúdios de dublagem no Brasil e isso já gerou muitas produções (seja em filmes, games e séries) elogiadas e outras que o público deseja esquecer que existem.

O desafio mais importante certamente será sobre a questão da tradução/adaptação para a versão dublada do filme, atualmente a versão legendada do anime realizada pela Crunchyroll possui algumas liberdades de adaptação (Kazinho) para adequar a legenda para um linguajar próximo do usual do publico e considero que estás escolhas de adaptação são importantes para retirar palavras ou termos que seriam estranhos para quem não tem afinidade com a cultura japonesa e que poderiam afastar ou atrapalhar o entendimento deste tipo de pessoas do anime.

Diferente do que ocorre para legendas, quando se fala de tradução/adaptação para dublagem se trata principalmente de adequar a fala do dublador em cima da voz original e dentro do abrir e fechar da boca do personagem. Sem falar que para a dublagem o uso de termos ou palavras em japonês também podem atrapalhar no entendimento de quem está por fora da cultura japonesa.

Como conclusão, podemos dizer que uma boa dublagem é uma junção de dubladores que possuem uma voz que se encaixe com a personalidade de seu personagem, junto de uma tradução/adaptação que possibilita que o público tenha uma imersão completa para dentro da mídia. Se My Hero Academia: Two Heroes tiver estes fatores positivos é certeza que o longa ira entrar para a lista da boa safra de séries e filmes anime que estão ganhando versões dubladas que estão sendo elogiadas pelo público recentemente, sem falar que o longa vai acabar sendo um excelente termômetro para saber se uma versão dublada da série anime de My Hero Academia seria bem aceita pelo publico.

My Hero Academia: Two Heroes será lançado no Brasil