El-Melloi II: Episódio 2 – Nada é eterno

Artigo enviado por Jonh Vini.

Começamos esse episódio descobrindo o porquê aqueles dois subsidiados de Velvet  estavam na sala dele no episódio anterior, passar uma missão a ele, solucionar um assassinato do pai de sua antiga aluna cuja a família está relacionada aos estudos astomancios, que é basicamente a astrologia nesse mundo, cujo a família-referência é conhecida aos jogadores de gacha da franquia: os Animuspere, os Frago (a família em questão) são subservientes aos Animuspere, mas não quer dizer que eles sejam pobres, para nosso padrão é claro, e vendo a possibilidade de faturar alguma nesse caso logo Rennes convoca seu querido irmão para resolver esse caso, um adendo a essa parte fica justamente com a Gray que finalmente apareceu na série, já que ela só teve um frame no episódio passado.

Um elogio é uma calunia numa mesma frase.

Chegando na local Velvet percebe com o que terá de cuidar logo na chegada na mansão, sim mansão, que tal local é o cosmo do seu dono, eles são rapidamente recepcionados pela empregada que logo conta toda a herança magia dessa família, o porque estavam relacionados com os Animuspere e contextualiza a situação e os personagens do episódio, temos o cara certinho de óculos e feições sóbrias que é basicamente o representante dos Animuspere e colega de pesquisa do falecido, aquele sobrinho falido que busca um dinheiro com o defunto, que a propósito é um mago desistente, por fim a filha do falecido e a aluna de Velvet, com todos presentes tivemos um princípio de discussão logo apaziguador pela anfitriã, agora só faltava uma coisa ao Velvet: ver o local do crime.

Se mudar a câmera vira Jojo.
Se mudar a câmera vira Jojo.

Ao chegar ao local, que estava vedado por magia, vermos que não houve uma brutalidade e sim um malabarismo pois o corpo está devido de acordo seu correspondente celeste, para ficar mais rápido clique aqui e veja como é a divisão, com isso a resolução do assassinato estava a 75% faltando apenas saber quem foi e o motivo, com todas as possibilidades postas à mesa Velvet vai conversar com sua ex-aluna para saber mais sobre a vítima, no take seguinte vemos o sobrinho-sanguessuga roubando a pesquisa do seu “amado” tio num escritório com alguns restos mortais dele, isso será importante a seguir, retornando ao Velvet perguntando a sua ex-aluna como era a pesquisa do seu pai, com isso descobrimos o que seria uma magia astromancia, de quebra tivemos o porquê o Geocentrismo, resumindo Terra no centro do universo, é utilizado nesse tipo magia ao invés do Heliocentrismo, sol no centro, mas o corpo estava nessa distribuição ao invés primeiro, então ela fala que o pai dela buscava a eternidade rompendo com a tradição da família, após essa descoberta Velvet voltou para sua própria discípula com suas dúvidas quase que sanadas até que ela pergunta sobre o formato da mansão, aí tivemos a explicação e a resolução do caso e lembram do sobrinho-sanguessuga, bem ele foi morto, mas ele estava sozinho e a primeira pessoa que reportou isso foi a empregada, ao chegar ao local o brinquedinho da Gray, vulgo arma da família Pedragon, percebe que algo estava errado, mas como disse o caso já estava encerrado pois Velvet, logo após que o brinquedo da Gray Bipar falando que havia requisitos de magia necromântica, pediu para todos irem para cena do primeiro crime.

Nome: Add, Stand Name: Star gray.
Nome: Add, Stand Name: Star gray.

Ao chegar ao local Velvet já achou a peça que faltava desse quebra-cabeça: a alma do morto, pois de acordo com a própria astromancia, ou astrologia, a alma significava a terra e como tal magia se baseia pelo Geocentrismo faz com que seja o mais importante “membro” do corpo humano, só foi ele pegar o artefato que a ação começou e Gray finalmente fez algo nesse episódio: proteger seu mestre da alma do morto, com isso descobrimos duas coisas sobre essa franzina personagem: que seu brinquedo é uma ótima arma magia, que se eu falar seu verdadeiro nome seria um enorme Spoiler da obra e segundo é mais importante, o motivo pelo qual o uso do capaz é justamente esconder o penteado masculino, lembrando que estamos falando de Fate, da família Pedragon usado a gerações, saindo um pouco do resumo do episódio para dar as devidas críticas à essa cena pois não esperava um trabalho de 3D da Troyca tão parecido a Ufotable, tal comparação válida pois termos Kimetsu no Yaiba sendo lançado no mesmo dia e no mesmo serviço, ou seja é fácil compará-los, difícil é dizer qual é o melhor, os efeitos visuais nessa luta estava fantástico, obviamente não se compara com uma luta da série principal, mas a própria série não foca em lutas então não é de se preocupar.

Mais uma Saberface.
Mais uma Saberface.

Após de recuperamos o fôlego temos a conclusão do “crime” pois tudo era apenas um experimento do falecido para alcançar a imortalidade e por tabela os registros Akáshicos, resumindo rapidamente é o Alpha e Ômega de todo o Nasuverse, e como dito no episódio, o objetivo de todo mago, tal experimento estava fadado ao fracasso antes mesmo de começar, tanto que  a filha do mesmo já tinha percebido que a pesquisa não daria certo mas omitiu tal informação do pai para se ver livre do sofrimento causado pelo mesmo durante toda sua vida, com o ponto final desse caso, pois o experimento não afetou mais ninguém então não havia nada que Velvet pudesse fazer, o mesmo entrou no carro com sua discípula e voltou para Londres à espera do próximo caso.

A vida é finita.
A vida é finita.

Mas um bom episódio de El-Melloi, agora o meu medo é descobrir quando um episódio será baixo desse padrões de qualidade, já que saiu a abertura, pelo menos a animação pois a Open foi trocada no final do episódio passado, é o encerramento vou comentá-los bem por cima, pois estamos no episódio 2, a opening em si passa perfeitamente a proposta, afinal foi a própria Yuki Kajiura que a compôs, e junto com a animação semi-abstarta casa bem com a melodia, já a Ending achei meio fraca, mesmo mostrando a Gray e o sentimento por todos os personagens, o fato que a ASCA cantar uma melodia calma me incomoda um pouco, mas termos  mais 10 episódios até acostuma com elas.

Gray com seu brinquedinho.
Gray com seu brinquedinho.

 

Basicamente era isso que eu queria falar sobre esse episódio dos casos amaldiçoados de Velvet, aqui é Jonh Vini e estou há espera vossos Feedbacks desse episódio e da review para melhorar, não se afobem, discutir pacificamente é saudável e enriquece a vida e até mais