El-Melloi II: Episódio 7 – O trem da conjuntivite Parte I

El-Melloi II: Episódio 7

Artigo enviado por Jonh Vini.

Finalmente começou o arco final da obra, com um episódio de atraso, logo no início mostra Velvet e os seus acompanhantes escolhidos a dedo, ou seja Gray e Caules que se espantou pelo fato dele ser a escolha de Velvet pois ele não possui grandes feitos como mago, mas o que realmente me assustou não foi a aparição dele nem da senhorita Adashino e sim de Olga-Marie Animusphere, voltando para aqueles que só acompanham o Nasuverse na TV ou nunca assistiu algo relacionado a Fate/GO, ela é a atual líder da Chaldea que assumiu o cargo herdado do seu pai um pouco antes que o(a) protagonista da obra aparece-se em 2016, e como o anime do Velvet ocorre durante a quinta guerra do santo Graal em Fuyuki, que ocorre em 2004, levantou um questionamento em mim pois pesquisando a idade dela no jogo descobrir que na adaptação de Lord El-melloi ela possui onze anos e como não temos a idade dela no início do GO gera-me uma especulação pois os eventos de Fuyuki pode se adiantados pois não há um ano fixo citado na própria obra e como disse antes não é nos dado a informação da idade da Olga no GO, óbvio que tal suposição cairia por terra se tivemos a idade dela dita no arco da Babylonia no final do ano.

A queridinha da Gudako.

Antes de ir para o próximo segmento um informação rápida dada no episódio pois o Velvet diz que o rail Zeppelin foi criado por vampiros com objetivo de pegar e vender os olhos místicos, algo engraçado é que existe uma família na torre do relógio que caça vampiros, tanto que a lady da família trabalha no departamento da polícia da torre do relógio e talvez ela apareça durante a série, mas saindo do trem temos Shishigou indo para um lugar incomum a ele: uma casa de chá, lá descobrimos o motivo da ida dele para o estabelecimento pois Reines o contactou para achar o manto do herói que serviu para seu irmão na guerra, algo que surpreende o Shishigou e questiona-a qual o motivo da sua contratação, ela responde que não há sujeitos confiáveis no departamento do seu irmão, mas na cena seguinte ela mostra um ajudante para o nosso necromante agilizar o trabalho e posso dizer que o rosto desse ajudante é bastante conhecido.

A queridinha da prima.
A queridinha da prima.

De volta ao trem, logo após Velvet e a sua trupe chegar num vagão é nos mostrado todos os convidados do leilão dos olhos místicos que não possuem peso na narrativa, aqueles que terão peso só são mostrados logo após Velvet e a sua trupe se sentarem no vagão, dentre eles estão a Olga e sua acompanhante, um padre chamado Crallebaut Framptom e a aluna mais ordinária de Velvet, ela (Yvette L. Lehrman), melhor a sua família pertence ao mesmo departamento do mestre de Velvet e também são compradores assíduos de olhos místicos da linha, ao ver seu admirável mestre com Caules sua verdadeira natureza surgiu; por fim surgiu a leiloeira, cujo nome é Leandra e o condutor, basicamente falaram que o leilão ocorrerá em três dias até lá eles esperam que todos os convidados se dêem bem.

Ô MAAAAAAAAAAAUUUUUUUU!!!!!!
Ô MAAAAAAAAAAAUUUUUUUU!!!!!!

Logo após de descansam, Gray vai para o vagão-refeitório e encontra a sua colega, tivemos um diálogo meio-importante pois basicamente a Yvette fala que a Gray realmente se importa com Velvet e ela percebeu isso pelo seu olho místico em formato de gema feita pela família que percebe as emoções do próximo, depois Velvet apareceu e pergunta como ele poderia rastrear aquele que roubou o manto e deu o convite em troca, mas o fio de esperança desaparece porque ela diz que não há uma reincidência de participantes então uma triagem é mais que desnecessária pois são distribuídos poucos convites, no mesmo take da informação temos a câmara passando pelo padre e pela senhorita Adashino que diz que Velvet servirá como uma bela isca.

A Cobra vai fumar.
A Cobra vai fumar.

Na volta ao seu recinto Velvet e Gray recebem uma carta de Caules, ele diz que foi deixado no vão na porta, a carta é do possível assaltante de mantos pedindo um encontro com Velvet no vagão de carga ao pôr do sol, logo após esta informação Olga e o sua acompanhante convocam Velvet aos seus aposentos para saberem mais sobre a guerra do santo Graal, já nos aposentos Velvet a questiona sobre a pergunta pois normalmente os Animusphere não possuem interesses em assuntos mundanos, a resposta era esperado, principalmente por nos jogadores de Fate/GO afinal de contas a terra é um planeta então não há diferença entre olhar para cima ou para baixo, então Velvet volta a questionar o motivo da conversa, Olga então pede para Velvet participar no leilão para que ela consiga um tipo de olho Místico, aparentemente existe uma classificação desse olhos que vão do Azul até o Ouro mas existe uma classe acima que são os arco-íris que são incrivelmente poderosos proporcionalmente a sua raridade, então vocês já sabem qual será o desafio do Velvet desse arco, mas cético como sempre ele pergunta se esses olhos estarão no leilão,  a acompanhe afirma que sim, logo após mostrar seus olhos místicos da premunição que prevê que Gray, que estava passando mal no local, cairia no colo de Velvet, com essa certeza Velvet aceitou o trabalho, obviamente após ter a certeza que não tomará prejuízo sozinho.

Belos olhos.
Belos olhos.

Ao sair dos aposentos dos Animusphere Gray senta perto de uma janela tentando amenizar o enjoo e vendo que ela estava enferma o padre rapidamente ajuda-a, mas ao tocá-la seus olhos místicos activam, sim todo mundo possui a conjuntivite mágica, vêem que a Gray é uma descendente direta do rei Arthur, de todos os olhos místicos apresentados em todo o Nasuverse o dele é o mais conveniente pois ver todo o passado da pessoa tocada, logo após de se recompor com ajuda da Gray ele a deixa só mas com uma mensagem a ela dizendo que ela era importante para Velvet, nesse mesmo momento no vagão-refeitório Velvet acalma-se quando a acompanhante da Olga chega no local, ao sentar no lado de Velvet ela fala que o questionamento na cena passada era apenas para concluir a investigação da quarta guerra, pois rastrearam toda a história de Velvet desde a guerra ocorreu até sua ascensão a Lord, um destaque aqui ficou na cena fantástica durante o diálogo, ela também revela que mesmo que Velvet traga seu servo de volta, ele não terá as memórias da guerra anterior, algo que impactou tanto Velvet quanto a Gray que tinha entrado no diálogo anterior.

Que belo Take.
Que belo Take.

Depois disso Velvet pergunta mais uma vez se olhos Arco-íris estão no leilão e ela volta a afirmar que sim, Velvet dá uma explicação extra falando que a visão foi a primeira magia da humanidade pois ela mostrava informações importante para o futuro e mostra informações passadas, após a acompanhante sair do recinto Gray tentar acudir seu mestre, sem sucesso, no mesmo momento o trem parou durante algumas horas para que os passageiros esticarem as pernas, nesse mesmo momento ocorre a tragédia, ao voltar aos seus aposentos depois de respirar fora do trem Olga encontra sua acompanhante decapitada no local e desolada ela grita com todas as suas forças, quem será que matou, o porquê disso e mais importante será que Gray entregará o presente para seu mestre, descubra no próximo episódio de Lord El-melloi II.

Uma Garota envolta em tragédias.
Uma Garota envolta em tragédias.

Foi um bom início de arco final, basicamente minhas boas críticas são a mesmas de toda a série, mas as péssimas ficam em cargo sobre o encaixe temporal de Olga assim como eu disse na review e a apresentação formal de Yvette, pois uma personagem com um peso enorme na obra tenha uma apresentação tão vaga como nesse episódio.

Uma Imagem de Reines para variar.
Uma Imagem de Reines para variar.

Basicamente era isto que eu queria falar sobre este episódio dos casos amaldiçoados de Velvet, aqui é Jonh Vini e estou há espera dos vossos Feedbacks deste episódio e da review para melhorar, não se afobem, discutir pacificamente é saudável, enriquece a vida e até mais