Evangelion 3.0 + 1.0 levou a bilheteira japonesa a um ligeiro aumento em 2021 em relação a 2020

A Motion Picture Producers Association of Japan divulgou hoje a sua retrospetiva anual das bilheteiras e tendências japonesas, examinando a indústria cinematográfica japonesa no segundo ano da pandemia e após as suas menores receitas de bilheteira em 2020 (apesar do recorde bruto de Demon Slayer -Kimetsu no Yaiba- The Movie: Mugen Train).

A liderar as bilheteiras o filme anime Evangelion, Evangelion 3.0 + 1.0: Thrice Upon a Time como o único filme no Japão (nacional e internacional) a arrecadar mais de 10 bilhões de ienes nas bilheteiras, embora mais filmes em 2021 tenham feito mais de 1 bilhão do que em 2020 com 37 títulos em 2021 em comparação com os 25 de 2020.

TOP 10 filmes japoneses a ultrapassar 1 bilhão de ienes:

1. Evangelion 3.0+1.0: Thrice Upon a Time (10.28 bilhões de ienes)
2. Detective Conan: The Scarlet Bullet (7.65 bilhões de ienes)
3. BELLE (6.6 bilhões de ienes)
4. ARASHI Anniversary Tour 5×20 FILM “Record of Memories” (4.55 bilhões de ienes)
5. Tokyo Revengers (live-action) (4.5 bilhões de ienes)
6. Rurouni Kenshin: The Final (4.35 bilhões de ienes)
7. The Untold Tale of the Three Kingdoms (4.03 bilhões de ienesn)
8. We Made a Beautiful Bouquet (3.81 bilhões de ienes)
9. Masquerade Night (3.81 bilhões de ienes)
10. My Hero Academia: World Heroes’ Mission (3.39 bilhões de ienes)

EVANGELION:3.0+1.01 – Análise

TOP 5 filmes internacionais a ultrapassar 1 bilhão de ienes no Japão

1. F9 (3.67 bilhões de ienes)
2. No Time to Die (2.72 bilhões de ienes)
3. Godzilla vs. Kong (1.9 bilhões de ienes)
4. Monster Hunter (1.25 bilhões de ienes)
5. Eternals (1.2 bilhões de ienes)

79,8% das receitas de bilheteira foram filmes feitos no Japão, enquanto apenas 20,7% foram filmes internacionais. Isto deve-se em parte ao boicote aos filmes da Disney por cadeias de cinema pela estreia simultânea dos filmes nos serviços de streaming, bem como aos atrasos contínuos devido ao COVID-19.

Subscreve
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments