Incendiário da Kyoto Animation vai ser submetido a avaliação psiquiátrica

Finalmente o incendiário do estúdio nº 1 da Kyoto Animation foi finalmente preso e segundo o The Mainich o ministério público do Distrito de Kyoto pediu agora uma avaliação psiquiátrica.

O suspeito tem de ser avaliado até ao dia 10 de setembro. Ele passará por uma avaliação psiquiátrica para determinar como a sua saúde mental pode ter influenciado a sua motivação para cometer o incêndio criminoso que resultou na morte de 36 pessoas e ferimentos em outras 33. Espera-se que ele seja submetido à sua avaliação em Osaka, pois é onde está preso.

Após a sua avaliação, os promotores poderão dizer se Aoba é mentalmente competente para ser julgado ou mesmo se pode responsabilizado pelo crime de que é acusado. Um juiz também deve determinar se Aoba é saudável o suficiente para ser condenado.

O estúdio de animação já se pronunciou anteriormente sob a sua prisão pedindo a “máxima culpabilidade que a lei permite”.

No Japão ainda está em vigor a Pena de Morte e muitos alegam que o incendiário se poderá tentar refugir numa condição psiquiátrica para tentar escapar a uma condenação mais pesada que em última instância poderá mesmo ser a Pena de Morte.