Kyoto Animation comenta prisão do incendiário que provocou a morte de 36 dos seus funcionários.

Tal como noticiámos anteriormente, ontem o incendiário do estúdio nº 1 da Kyoto Animation foi finalmente preso depois de recuperar dos seus ferimentos e terá de responder à justiça pela morte de 36 pessoas e pelos ferimentos de outras 33.

A Kyoto Animation emitiu a seguinte nota após a sua prisão:

Em relação ao acusado, não temos comentários adicionais. Tudo o que importa são as suas ações e os seus resultados. Independentemente de como ele tente desculpar as suas ações ou de que remorsos ele possa falar depois do facto, os nossos amigos cujas vidas foram tiradas não voltarão, nem ajudarão a curar as feridas dos nossos amigos feridos. Agora, famílias e amigos enlutados precisam enfrentar uma realidade mudada permanentemente, assim como nós [na Kyoto Animation].

Como empresa, obviamente concordamos com os promotores que buscam a máxima culpabilidade que a lei permitirá.

O sistema jurídico japonês permite a pena de morte, no entanto, existe o receio de que o autor do crime tente evitar uma sentença de morte alegando problemas mentais.