Influenciador que pediu um boicote a Mushoku Tensei foi suspenso

É um material que só os pobres podem gostar...

Ontem, a plataforma chinesa Bilibili (espécie de youtube na China) retirou do seu catálogo de transmissão a adaptação adaptação para série anime da novel Mushoku Tensei: Isekai Ittara Honki Dasu (Mushoku Tensei: Jobless Reincarnation) de Rifujin na Magonote e Shirotaka, sob a desculpa de que “surgiram problemas técnicos que os obrigaram a retirar a série indefinidamente”. No entanto, tornou-se um segredo aberto que a verdadeira razão foi que um streamer e influenciador chinês chamado Lex Burner incitou os seus seguidores a denunciar a série por não gostar da série.

Lex Burner afirmou entre muitas coisas:

É um material que só os pobres podem gostar, porque são eles que se sentem identificados com o protagonista da história. Enfim, Mushoku Tensei é um banner que promove a mediocridade.

Depois de solicitar que os seus seguidores denunciassem a série anime e após os milhares de emails que se seguiram, a plataforma não teve outra alternativa e removeu a série anime.

No entanto, assim que as coisas se acalmaram, a Bilibili emitiu um comunicado expressando que foram aplicadas sanções contra a Lex Burner.

No comunicado podemos ler:

Lex Burner tem feito constantemente comentários inadequados durante as suas emissões, incitando movimentos civis, ataques a terceiros, assédio a outros utilizadores e outra propriedade intelectual, causando uma grande polémica. Como um utilizador com milhões de seguidores, foi considerado não representar os padrões da nossa plataforma. Portanto, determinamos que violou os termos de uso do Bilibili e as seguintes sanções serão aplicadas:

  1. A Bilibili, como empresa, tomará as ações judiciais adequadas contra Lex Burner por violação dos termos do seu contrato.
  2. Antes da resolução judicial, o mesmo será suspenso da plataforma.
  3. Os prémios pelo seu desempenho em 2020 serão retirados.
  4. A sua participação no “Programa de Incentivo a Criadores” foi cancelada, portanto, não receberá remuneração financeira a partir de agora.

A série anime de Mushoku Tensei tem vindo a sofrer ataques de alguns utilizadores e até o próprio autor já veio a público falar sobre as críticas.

Autor de Mushoku Tensei fala sobre críticas a protagonista pervertido

Com animação pelo Studio Bind, a direção é de  (The IDOLM@STER Cinderella Girls, Gamers!) e o design de personagens é de Kazutaka Sugiyama (diretor de animação de DARLING in the FRANXX, animador chave de The Promised Neverland). A produção é da EGG FIRM.

Na história acompanhamos um otaku desempregado de trinta e quatro anos que chega a um beco sem saída na vida e decide que é hora de virar uma nova folha – ele é atropelado e morre! Ele renasce no corpo de uma criança num estranho mundo novo de espadas e magia.

A sua nova identidade é Rudeus Grayrat, mas ele ainda mantém as memórias da sua vida anterior. Siga Rudeus desde a infância até à idade adulta, enquanto ele luta para se redimir num mundo maravilhoso, mas perigoso.

FONTEBilibili
Fundou o OtakuPT em 2007 e desde então já escreveu mais de 40 mil artigos sobre anime, mangá e videojogos.