Mobile Suit Gundam: The Witch from Mercury: Episódio 02 – G Gundam com tecnicidades

Artigo por Jonh Vini. Podem enviar os vossos artigos aqui.

Antes de começar vamos para um disclamer da review passada, pois eu leio os comentários de lá de vez em quando e acabei vendo alguns comentários que não entenderam bem meu ponto de vista, claro que aqui foi erro meu por não conseguir passar claramente ele para vocês, mas minhas críticas, a priori, são referentes ao episódio da Bruxa de Mercúrio e não a franquia como um todo, caso vocês queiram uma outra opinião sobre Gundam vejam meu blog pessoal, então quando eu for falar de outras obras buscarei citar especificamente e explicitamente essa obra, claro que poderei errar nesse processo, mas eu buscarei fazer isso, começando com a frase do terceiro parágrafo onde falei que: “este próprio episódio mostrou que esta série só se vende pela representatividade”, para falar a verdade eu queria dizer que a esta série Não se vende só pela representatividade, então peço desculpas pelo erro.   

Pela Sulettinha.
Pela Sulettinha.

Começando a falar pela abertura, já que é padrão das minhas reviews fazer isso e sinceramente Shukufuku (祝福/Celebração) já está no hall das melhores aberturas da temporada, apesar que eu não goste tanto do estilo da YOASOBI, tenho de dizer que Shukufuku é uma abertura bastante interessante por mesclar os elementos esperados em uma Gundam series com o tempo(falando musicalmente) que os animes mais atuais possuem, acertando em cheio no público pensado para a obra, mas também agregando bem aos fãs de longa data da franquia como um todo.

Bem o episódio começou já a milhão com a rapidez das ações das organizações que eu estranhei no começo a pujança dessa ação, daí eu lembrei que estamos falando de Gundam então existe uma justificativa sobre as ações enérgicas das organizações, talvez aí que começou o elo com o prólogo num modo mais discreto, afinal de contas havia passado treze anos daquele evento, mas ainda havia um certo alarde criado justamente no duelo do último episódio, fora que todos os personagens ainda vivos daquele episódio apareceram aqui, só rever para descobrir.

—Cadê o baiano?
—Cadê o baiano?

Antes de me debulhar no background da série vamos falar um pouco da escola e suas movimentações após o duelo que foram até mesmos em polvorosos, víamos como os alunos agiram com essa vitória e também vimos a discriminação dos spacenoides pela face da Nika, alias achei estanho a crunchy traduziu o termo, pois não ter uma tradução direta por inglês e por tabela por português; em relação aos terraquios pois inverte, claro se consideramos as primeiras obras do Universal Century, a relação dos dois lados dos conflito, fora que para a Bruxa de Mercúrio é um ótimo auxilio para narrativa da obra por mostrar porque a Nika foi tão solicita no último episódio.

Ela possivelmente é brutalisma.
Ela possivelmente é brutalisma.

Voltando ao núcleo das grandes corporações com uma percepção minha que espero que vocês tenham reparado, pois parece que termos um choque geracional entre os dois núcleos da série, isso fica claro quando vemos líder da organização de duelos, que possivelmente é o presidente do conselho estudantil,  agindo próximo aos seus pai, que é um líder das empresas desse conglomerado, claro que a informação que os estudantes são os “representantes” das empresas do conglomerado foi apresentada antes dessa interação, mas me fez pensar que se nós não pensamos, pelo menos num primeiro momento, que são empresas e sim com nobreza, faz com que a referência a Utena seja mais clara e direta.

Deserdado com sucesso
Deserdado com sucesso

Por fim meu ultimo tópico pode ser exemplificado por uma única pessoa: Prospera, pois foi aparição dela que os rumos do episódio mudaram drasticamente, pois com uma presença semelhante ao Char pela ousadia das ações dela referente ao conselho que poderia pôr fim a ela num piscar de olhos, ela carrega um certo grau de mistério em relação sua identidade e isso condicionou que o ambiente do interrogatório pareça mais de um julgamento, já que mesmo sendo lideres das mais lucrativas empresas do universo, eles ainda possuem medo pelo desconhecido, tanto que citaram o acordo da Catherdal usando Gund-System da obra para fundamentar isso, sendo também a principal ponte para o prólogo.

Bancou a aposta.
Bancou a aposta.

Então, seguindo friamente as ordens do presidente do conglomerado, tentaram exortar o principal trabalho da Prospera: proteger a Aeriel e Suletta o mais rápido possível, mas com uma jogada de sorte e um pouco de oportunismo, a Miorine surge e desafia seu pai, essa ação trouxe novamente o ponto do choque geracional que provavelmente será o grande foco da obra e ainda um gancho para o próximo episódio onde o duelo da vida da Suletta será realizado, o engraçado foi que nossa heroína foi a personagem que menos apareceu no episódio, espero que não seja uma constância daqui para frente.

É complicado ser menor inflator
É complicado ser menor inflator

Antes de terminar tenho que falar que sempre pensei que para comentar uma série Gundam era necessário assistir a toda série duas vezes, pois assim você consegue pegar as nuances das cenas apresentadas na história, então não tenho tanto a comentar a relação do Guel com seu pai ou a relação disso com o “zaku” vermelho que apareceu na cena pós-crédito, mas o que posso chutar é que teremos uma chuva de cometas vermelhos.

Uma estrela cadente.
Uma estrela cadente.

Basicamente era isso que eu tinha para falar do episódio do anime da Bruxa de Mercúrio, aqui é Jonh Vini essa foi a minha review desta série, estou à espera dos vossos Feedbacks do episódio e da review para melhorar minha escrita para vocês, não se afobem pois arrependimento mata, vamos discutir pacificamente, sem puxar palavras de baixo calão já que como podem ver eu não desferir nenhuma contra vocês, fora que é saudável porque enriquece a vida de todos, dúvidas ou questionamentos da obra serão sanadas nos seus comentários e até mais.

Subscreve
Notify of
guest

1 Comentário
Mais Antigo
Mais Recente Mais Votado
Inline Feedbacks
View all comments
Alex Valverde
Alex Valverde
14 , Outubro , 2022 21:11

A serie está mais ou menos,espero que melhore com o tempo