Mobile Suit Gundam: The Witch from Mercury: Episódio 06 – Parabéns para você

Ok, começando já com um desentendimento, pois eu pensei que o episódio dessa semana seria uma recapitulação, mas a pausa ficou para a semana que vem, então é sempre bom avisar para não gerar uma confusão e adiantar o porquê a semana que vem não terá review da série.

Calma que semana que vem retorna.
Calma que semana que vem retorna.

Começando a falar do mesmo com um conflito, ou nem isso, pois a informação dada pela engenheira do Elan IV sobre um evento que afetou a Fortuna a 21 anos atrás não coincide com a idade da Suletta, não diria que é um furo de roteiro já que é uma ponta aberta agora nesse episódio para ser explicada no futuro, mas fica um pouco conflitante com o que foi apresentado antes, claro se considerarmos a idade da Suletta que é nossa única referencial de tempo da obra até agora.

Alguém quer morrer cedo.
Alguém quer morrer cedo.

Outra informação que nos foi dada de relance, mas que teve mais tempo de tela foi a expulsão do Guel de sua casa, pelo menos tivemos uma mostra das consequências de suas inúmeras derrotas na série, porém eu pensei que ele iria se aliar com a casa da terra por causa da Suletta, mas por enquanto ele se virará com uma barraca no meio do planetoide.

Pelo menos vai cumprir com suas obrigações.
Pelo menos vai cumprir com suas obrigações.

Começando a passagem do duelo com a preparação da Suletta e o time da terra mostrando sua união natural entre os núcleos, pois no início da série parecia que haveria uma discordância maior, leia-se Chuchu implicando com nossa heroína, mas no fim ela e a Miorine acabaram sendo acolhidas por esse lado, tanto que eles gastam dinheiro para ajudá-la, claro se pensarmos friamente que foi um investimento de altíssimo risco para arrecadar fundos para a casa (segurem o Ojelo); no fim a própria Miorine, que estava brava pelo fato de não ter lhe sido dita sobre a justa, acabou se confortando junto com as garotas da casa, garotas quais possui um protagonismo fantástico, principalmente a Nika que conseguiu fazer milagre com os entulhos que viraram os propulsores para a batalha, esse menina tem futuro, se não ocorra algo no amanhã.

A menina faz milagre.
A menina faz milagre.

Indo para o outro lado da peleja com uma revelação que não é tão surpresa para os fãs de Gundam que é o fato de existir vários Cyber-Newtypes iguais, quem viu ZZ sabe muito bem como é, porém é uma ótima referência por causa do conflito de identidade presente no personagem justamente pelo fato dele ter uma pessoa “igual” a você, mas foi bastante compactado para esse episódio, tanto que o Elan IV não aparecerá daqui para frente, apesar que ganhou um flashback “próprio”, mas todavia será interessante ver o “original” entrar na narrativa com sua personalidade tão conflitante com o Elan que nos foi apresentado, porém o ar de mistério é presente na casa dele, então poderemos ter várias revelações e reviravoltas saindo de lá.

Que coisa não?
Que coisa não?

Artigo por Jonh Vini. Podem enviar os vossos artigos aqui.

Indo para a batalha em si vermos como o Elan IV se abriu durante o duelo e foi interessante pelo fato de enriquecer o personagem num espaço tão compacto como é uma batalha de robô gigante, mas para Gundam, isso é comum, tanto que tivemos outra revelação que foi uma surpresa por mostrar como é a Aerial dentro do sistema GUND-Format, pelo menos foi o que o Elan IV nos mostrou a ver sua derrota e isso me gera uma especulação: Ou a Aerial conseguiu assimilar a Identidade da Suletta, ou seja aquilo que aconteceu no prólogo foi uma assimilação, isso explicaria o porque ela não sofre ao pilotar a Aerial, ou a Suletta que conhecemos não é a mesma do episódio 0, eu acho que isso não aconteceu, mas por uma crença do que um fato lógico existente na narrativa, já que falta uma ligação mais lógica da série com o prólogo além dos personagens, mas a relação dela com a Prospera parecia natural demais para ela ser um objeto por planos da Char-make.

Essa silhueta parece a Suletta.
Essa silhueta parece a Suletta.

Por fim o segmento final que nos faz lembrar que essa série é da franquia Gundam, num lado vemos o brilho do lado da Suletta dentro de seu “mundo dos sonhos”, enquanto vermos a realidade que ocorre com o descarte do Elan IV, mas ambos cantado parabéns para você, isso é marcante justamente por ser a música que encerra o prólogo e sabemos muito bem o que ocorre lá, talvez isso marque o ponto de virada da série, mas por enquanto vamos lembrar dos pontos prazerosos da história, antes da desgraça começar.

Acho que ele não vai vir.
Acho que ele não vai vir.

Basicamente era isso que eu tinha para falar do episódio do anime da Bruxa de Mercúrio, aqui é Jonh Vini essa foi a minha review desta série, estou à espera dos vossos Feedbacks do episódio e da review para melhorar minha escrita para vocês, não se afobem pois arrependimento mata, vamos discutir pacificamente, sem puxar palavras de baixo calão já que como podem ver eu não desferir nenhuma contra vocês, fora que é saudável porque enriquece a vida de todos, dúvidas ou questionamentos da obra serão sanadas nos seus comentários e até mais.

Subscreve
Notify of
guest

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments