O Mercado Anime

Mesmo que você não concorde, os Animes e os Mangás podem ser considerados produtos comercializados e explorados por diversas empresas. E para estúdios como Toei Animation, Production IG, Gainax e Pierrot é de suma importância emplacar obras de apelo mundial que resultem em licenciamentos e expansão da marca.

Atualmente Toei e Pierrot despontam como os principais nomes do mercado, pois trabalham com os já discutidos pilares da JumpOne Piece” (Toei) e “Naruto” / “Bleach” (Pierrot). Entretanto, a casa do Seiya, que já demarcou seus territórios no mercado internacional, continua colhendo (e recolhendo) diversos frutos derivados de suas principais obras: Saint Seiya e Sailor Moon.

O estúdio, diferente dos demais, enxerga que suas principais obras podem render cada vez mais lucros e as mantêm em constante atualização nos quesitos marca e presença de mercado. Um exemplo disto foi o recente reajuste de nome que recebeu a principal obra de Masami Kurumada, passando de “Os Cavaleiros do Zodíaco” para simplesmente “Cavaleiros do Zodíaco”. Parece pouco, mas é importante a reformulação da marca para que ela seja de fácil consumo e forte entre seus principais consumidores.

Uma prova de que esta estratégia funciona foi o também reajuste de nome da franquia Star Wars. Diferente do “novo” nome de “Cavaleiros do Zodíaco”, que ainda permanece com sua tradução regional para países com língua Portuguesa, a saga de George Lucas reeditou todas as traduções e as simplificou apenas para Star Wars, seu nome original em inglês.

É estranho, mas a presença de Star Wars entre seus vários públicos melhorou e os diversos produtos licenciados (Lego, Master Card e etc) tornaram-se de fácil associação e de forte apelo comercial.

Com certeza estes também serão os planos da Toei, que logo e, dependendo do desempenho de Seiya, poderá figurar apenas como Saint Seiya, atuando com seu nome original por todos os mercados.

Sailor Moon também sofrerá processos semelhantes, onde o principal foco será em seu retorno à mercados que já tiveram a oportunidade de apreciar as interessantes sagas das Graciosas Guerreiras Marinheiras da Lua e a estréia em mercados inéditos, para abrir novos caminhos à produções da Toei e até mesmo para Animes de outros estúdios.

A Toei, mesmo que não trabalhe sua imagem da mesma forma que Disney e Warner, sempre figurará entre as melhores produtoras de entretenimento do mundo, cabendo aos demais estúdios acompanhar este raciocínio que cada vez se faz necessário para se obter uma sobrevivência qualitativa e que rendam boas expansões.

Concluo que é muito importante a profissionalização de todo o conteúdo produzido para que os consumidores aproveitem ao máximo as mais belas sagas que tanto nos entretêm e que possamos extrair experiências entre Anime, Action Figures, Games e entre vários outros produtos licenciados.

E você, o que acha sobre o assunto e, em sua opinião, quais Animes podem figurar brevemente entre as maiores marcas do entretenimento? Comente ai!

Subscreve
Notify of
guest
2 Comentários
Mais Antigo
Mais Recente Mais Votado
Inline Feedbacks
View all comments
victor
victor
15 , Julho , 2019 17:54

o Dr. Skulltulus falou tudo.
Fora que algumas traduções OFICIAIS de anime no brasil são um lixo. Traduzem termos que não deveriam traduzir, não traduzem termos que deveriam traduzir, não colocam notas de rodapé explicando os trocadilhos em japones, entre outras coisas. As traduções [de anime] de fansubbers são bem melhores, talvez não em qualidade linguística, porque de fato, muitas vezes existem erros de português, mas em passar ao espectador a idéia que o mesmo autor quis passar através do entendimento do contexto e da história).

Dr. Skulltulus
Dr. Skulltulus
15 , Julho , 2019 17:54

Não sei como é na Europa, mas no Brasil o “mercado de animes” é quase inexistente – atualmente poucos animes são trazidos (e já vem pré-censurados dos EUA) e as emissoras de tv dão preferência a material americano, sendo o fansub o pilar que sustenta a cultura otaku por aqui.