Yesterday o Utatte: Episódio 11 – Descobertas (incómodas)

Artigo por Jonh Vini.

É gente que episódio foi bem movimentado e cheia de revelações que geraram reações fortes para os personagens e para nós telespectadores, pois bem quando o Rikuo e Shinako começaram a namorar?, sei que foi um presente de ambos para os mesmos no início do ano mas foi estranho perceber isso só neste episódio, claro que o começo do relacionamento dos dois não é bem padrão, nem para animes de romances, mas foi ok pois ambos respeitam as limitações mentais deles, apesar que não mudaram em respeito aos seus corvos já que não revelaram nada até os momentos bombásticos, o mais impressionante foi o Rikuo que não fez muita coisa quando a Haru descobriu.

I Rapaz.
I Rapaz.

Falando dela foi triste ver o amor dela sendo “destroçado” na frente dos seus olhos, apesar que ela já esperava isso no decorrer dos episódio anteriores ela já vocalizava isso, mas mesmo assim compartilho a dor dela, ver a pessoa que ama com outra pessoa, mas defendo Rikuo, mesmo sabendo que ele errou mas era basicamente uma encruzilhada de respostas erradas para uma pessoa que não é tão expressiva como Uozumi é, o resto do episódio dela me passou um sentimento de medo pois espero que ela fique com Rou por um final fantasioso onde ambos formam pares, ou ela fique só por um momento para achar com uma possível cara metade num futuro que a obra não conte.

Que coitada
Que coitada

Mas já o Rou, bem ele é jovem então aguentará muita coisa, poderia dizer isso mas para falar a verdade do quarteto o Rou é o que menos gosto pois não fui um jovem como o Rou é, não na parte emotiva pois todos os jovens possuem sentimentos conflitantes entre si, mas meio que as ações dele perto da Shinako me irrita, na verdade desde o primeiro episódio que ele apareceu, que é incrível pensar que a introdução dele foi de fato uma introdução já que apresentou quase tudo do personagem pois depois ele teve um episódio próprio para isso, não consigo criar uma grande simpatia para ele, eu entendo um pouco o que ele está sentindo quando faz coisas “pela Shinako” já que ele que parece descolado perto dela, mas neste episódio em especial ficou ilógico a reação dele quando saiu com ela e se paramos para pensar vermos o quanto a Shinako quanto o Rikuo são diferentes no ponto das revelações.

Lascou bonito.
Lascou bonito.

Pois se lembrarmos bem o Rou iria para casa da Shinako, para pedir que ela faça algo(clássico), o Rikuo saiu da casa dela para não gerar confusão, agora mudando os agentes e colocando a Haru no lugar do Rou tivemos o contrário, claro que devemos considerar que ela chegou de surpresa querendo fazer uma e ganhando outra, mas mostra o quanto o Rikuo é mais direto, com ressalvas, em suas relações em comparação a Shinako, claro que o choque do Rou tinha de ser um Cliffhanger para o próximo episódio, mas só não espero que a tristeza tome a vida dele; para mais ressaltar é como foi mostrada a diferença de mentalidades dos personagens mais jovens, que ficaram chocados com a revelação, para os personagens mais velhos, óbvio que o nível de participação deles é bem diferente para os jovens, mas ressalta a falta de experiência da enfermeira juventude frente aos problemas da vida adulta, apesar que os protagonistas adultos não são um bom exemplo disso.

Que relaxado
Que relaxado

Bem, basicamente era isso que eu tinha para falar sobre o canto do corvo, aqui é Jonh Vini e essa foi minha review desta série, estou à espera dos vossos Feedbacks do episódio, também espero Feedbacks da review para melhorar minha escrita para vocês, não se afobem, pois, arrependimento mata, vamos discutir pacificamente é saudável e enriquece a vida e até mais.