Warner Bros. remove Akira da sua lista de filmes

Tão cedo não vamos ter um filme por Hollywood de Akira, se é que tal vai mesmo acontecer!

Warner Bros. remove Akira da sua lista de filmes

Em julho de 2019 noticiámos que o filme live-action por Hollywood de Akira já não iria estrear a 21 de maio de 2020 e que tinha sido adiado por tempo indeterminado, mas agora a Warner Bros. acabou por remover mesmo o filme do seu catálogo de lançamentos.

Este poderá ser um forte indicativo de que tão cedo não vamos ter um filme por Hollywood de Akira, se é que tal vai mesmo acontecer.

O diretor Taika Waititi (Thor: Ragnarok, Boy, Hunt for the Wilderpeople) estava no processo de escolher os dois papéis principais entre atores japoneses, e o estúdio originalmente atrasou o projeto para dar tempo ao processo de escolha. No entanto, na altura do anúncio do adiamento a Variety revelou que podem estar em causa “desacordos criativos sobre o projeto”.

Outro dos factores que contribuiu para o adiamento/cancelamento do filme foi o envolvimento como diretor de Taika Waititi no filme Thor 4 da Marvel.

Waititi afirmou numa entrevista em abril de 2018 que planeava adaptar o mangá original em oposição à adaptação do filme anime.

Anteriormente revelamos a polémica sinopse do filme que podem ler em baixo.

“Quando a telecinésia de um jovem é descoberta pelos militares, ele é levado para ser transformado numa super arma e o seu irmão deve correr para salvá-lo antes que Manhattan seja destruída pelos seus poderes. Kaneda é dono de um bar em Neo-Manhattan, que fica chocado quando o seu irmão Tetsuo é sequestrado por agentes do governo liderados pelo Coronel. Desesperado para ter o seu irmão de volta, Kaneda concorda em se juntar a Ky Reed e o seu movimento underground que tem a intenção de revelar ao mundo o que realmente aconteceu com a cidade de Nova York 30 anos atrás, quando foi destruída.

Kaneda acredita que as suas teorias são ridículas, mas depois de enfrentar o seu irmão fica chocado quando ele exibe poderes telecinéticos. Ky acredita que Tetsuo está prestes a libertar um menino. Akira, que assumiu o controle da mente de Tetsuo, Kaneda choca com as tropas do Coronel a caminho de impedir Tetsuo de libertar Akira, mas chega tarde demais. Akira logo emerge da sua prisão como cortesia de Tetsuo enquanto Kaneda corre para salvar o seu irmão antes que Akira destrua mais uma vez a ilha de Manhattan, como fez há trinta anos”.