Destaque Cosplayer: Kuro Sisters

“Gostamos que comece tudo com uma ideia do que queremos fazer. E depois, passar por todos os processos até termos um fato completo que podemos usar, mostrar e partilhar a experiência de como fizemos o fato de maneira a ajudar alguém que queria fazer o mesmo ou parecido.” 

Foi em 2010, no Japan Weekend, que Sofia e Rita estrearam os seus primeiros cosplays. Sofia tem 24 anos e estuda Engenharia Electrotécnica e de Computadores. Rita, com 21, estuda Artes Visuais-Multimédia. Juntas são as Kuro Sisters, uma dupla de irmãs que partilha uma paixão: o cosplay.

 

– Como descobriram este mundo?

“Somos as duas fãs de anime e vídeo jogos. Descobrimos o cosplay através da internet: vimos pessoas vestidas como as nossas personagens preferidas, o que nos fez querer fazer o mesmo.”

– Como foi a vossa primeira experiência de cosplay?

“Combinámos as duas fazer um pequeno grupo de Amagami SS juntas. A Rita de Nakata Sae, e a Sofia de Tsukasa Ayatsuji. Como era o primeiro pesquisámos algo relativamente fácil e que não fosse preciso usar perucas (o ebay ainda era um mundo confuso e assustador!). A Sofia sempre se mostrou mais habilidosa na costura, então tomou iniciativa. Apesar de tudo, percebemos que uniformes escolares não são coisa de principiante e pedimos a ajuda de uma costureira com os casacos. Estreámos os fatos no Japan Weekend em 2010!”

 


As Kuro Sisters no seu primeiro cosplay, em 2010

– Que espaço ocupa o cosplay na vossa vida?

“Somos as duas estudantes, por isso o cosplay é apenas um hobby. Em 2014, a Rita começou a estudar em Évora, o que fez com que já não tenhamos tanto tempo para fazer fatos juntas, e também não irmos a todos os evento sempre com fatos novos.”

– Falem um pouco da experiência de participar numa competição de cosplay.

“Já participámos em várias competições, uma delas foi em 2014 quando fomos as representantes portuguesas na season 5 do European Cosplay Gathering (ECG), na Japan Expo, em Paris. Foi uma experiência inesquecível em que tivemos a oportunidade de conviver com cosplayers e fotógrafos fantásticos de várias nacionalidades!”

 

-Como funciona a vossa dinâmica em grupo? Trabalham juntas em todos os fatos?

“Em geral, como a Sofia tem mais jeito na costura e a Rita nos props e armaduras, dividimo-nos desse modo. Mas quando é preciso fazemos de tudo um pouco! A costura é um dos grandes interesses da Sofia, assim como a Rita adora esculpir e pintar.”

– Sofia, houve algum fato que tenhas tido especial gozo, ou até dificuldade, em costurar?

“Não houve nenhum fato com grande dificuldade com a excepção dos fatos que usámos para a eliminatória do ECG, das cartas da Alice. Tive de coser corpetes e fitas de viés com uma máquina de costura com a agulha torta… O fato que mais gozo me deu foi o de Saber Lion porque é diferente e confortável, e divertido de usar!”

– E para a Rita, houve algum prop especial?

“Tive dificuldade em fazer o capacete para o fato que a Sofia usou em França, uma vez que tinha formas estranhas e camadas peculiares. O que gosto mesmo de fazer é pintar. Por isso qualquer peça com uma pintura mais livre ou shading é a minha cena! O que mais gostei de pintar foram as rosas no vestido da Chii, de Chobits.”

 

– Qual é a parte mais desmotivante de todo o processo?

“Quando não apetece às duas fazer nada… Depois uma acaba por fazer e discute que a outra não está a fazer e que vai ficar tudo para a última da hora.”

– Qual é a vossa opinião sobre o uso de photoshop em fotografia de cosplay?

“Achamos que a edição é necessária para fazer sobressair alguns pormenores e para ajudar a foto a ser mais memorável, e ter mais impacto. Mas também achamos que há um limite para o que se pode alterar até deixar de ser uma edição e passar a ser uma manipulação fotográfica.”

– Há algum tema negativo que gostassem de abordar em relação ao cosplay ou à sua comunidade?

“Há muita gente a tentar imitar personalidades internacionais do cosplay e tipo… Não. Parem. Plz. Sejam originais.”

 

– Que dica gostavam de ter recebido numa fase inicial da vossa aventura no cosplay? E porquê que eu devia experimentar?

“Tenham muita paciência porque tudo o que pode correr mal… Vai correr mal. Acreditem. Para alguém que se queira iniciar no cosplay, experimentem! A sério! Apesar de ser um hobby trabalhoso, é muito gratificante quando estamos com os nossos amigos (ou até com desconhecidos), e o nosso trabalho é admirado.”

 

– Onde podemos seguir o vosso trabalho?

“Acabámos por criar uma página no facebook onde colocamos os nossos trabalhos, fotografias e WIPs.

A nossa página é:

https://www.facebook.com/KuroSisters/

 

 

 

Fotografias de Ricardo Marques, Leonor Grácias, Teresa Balino, Antony Gomes, Sofy Cosplay, Sofia Rodrigues e Rúben Teles.

Se são cosplayers e gostavam de mostrar o vosso trabalho aqui no site basta entrarem em contacto através do email admin@otakupt.com.

Fundou o OtakuPT em 2007 e desde então já escreveu mais de 40 mil artigos sobre anime, mangá e videojogos.