Yatta Anime Fest 2011 (São José/SC – Brasil)

Neste último domingo, dia 25 de Setembro de 2011, a cidade de São José (SC/Brasil) – na Grande Florianópolis – no Centro Multiuso, foi agraciada com mais um evento catarinense da cultura otaku. O evento Yatta Anime Fest, em sua primeira edição, teve início as 10h da manhã e seguiu até as 21h.

Entre as atrações, o Yatta contou com a presença do grupo @PiadasNerds com um show de Stand-up Comedy, desfile de Cosplay, concurso de Cospobre (cosplay de baixo orçamento e teor cômico), show da banda Anime Daiko da cidade de Londrina (PR), conversa com o dublador Hermes Barolli, Animekê, Banda Ryokan, entre outras. Também houve o tradicional espaço para os estandes e área de games no evento.

Tendo participado do evento, podemos fazer algumas considerações em geral. Primeiramente, o local foi bastante conveniente, grande, bem iluminado e de fácil acesso. Os banheiros bem cuidados e com bastante espaço para que os cosplayers pudessem se vestir. Achamos interessante alguns estandes estarem distribuídos em salas especiais. Porém, isso é apenas conveniente em eventos em que não agrega um grande volume de público. Caso contrário, elas ficariam “abarrotadas” de pessoas e o acesso aos produtos ficaria bastante complicado.

Outro ponto importante a ser comentado, é a questão da alimentação. É possível verificar nos eventos catarinenses, como um todo, que há sempre poucas opções de produtos alimentícios para o público. Isso leva as pessoas a se deslocarem para fora do evento, para procurar na região outras opções de alimentação. Acreditamos que a alimentação ainda se caracteriza como um elemento frágil nos eventos catarinenses e que precisa ser melhor trabalhado, de forma geral.

Outra coisa que também poderia ser repensado, é o dia do evento. Sendo um evento que acontece apenas em um dia, a escolha, por ser em um domingo, dificulta a vinda de muitas pessoas que precisam descansar para desempenhar suas atividades na segunda-feira. Acredito que se o evento fosse em um sábado, teria mais público.

De forma geral, é uma grande alegria que Santa Catarina possa contar com mais uma opção de evento para o público geek-nerd-otaku. Vida longa ao Yatta Anime Fest! Damos os parabéns aos organizadores e agradecemos pela possibilidade de fazermos parte deste evento.

Por fim, entrevistamos um conhecido organizador de eventos direcionados à cultura otaku da região de Santa Catarina, Shigeharu Tsukamoto (Shige), para pegar sua opinião sobre o Yatta Anime Fest.

OtakuPT: Fale um pouco sobre você (nome, profissão, atividades que desempenha na cena cultural otaku, etc…)

Shige: Nome: Shigeharu Tsukamoto Junior; Profissão: gerente de loja; Cenário otaku: organizador de eventos, caravanas, encontros otakus, apresentador de eventos e agora cosplayer.

OtakuPT: Qual foi a sua impressão do evento Yatta em geral?

Shige: Quando eu olhei a comunidade no orkut e o site parecia algo grande. Porém, chegando lá não era isso…

OtakuPT: O que houve de muito bom e de diferencial no evento, e o que pode ser melhorado para as próximas edições?

Shige: Fica complicado eu falar qualquer coisa, pois como organizador tudo que eu falar pode ser julgado de modo errado… Mas vamos lá.

Sobre as atrações anunciadas: estava interessante e creio que conseguiu chamar o publico, dando aquele ar de curiosidade nas pessoas, esse deveria ser o diferencial deles, porém…

Sobre o local, achei que foi mal aproveitado no sentido de como colocaram as lojas, pois ficou parecendo meio vazio, e a acustica não era das melhores ao ponto de que mesmo a 15 mts de distancia do palco eu não entendia direito o que estava se falando, dai não sei dizer se o equipamento de som contribuiu para ficar assim;

Programação apenas no site foi complicado, pois a gente não sabia que horas aconteciam as atrações, e nem os staffs sabiam dizer os horários;

Não ter concurso de cosplay, fora o desfile, acho ruim pois o publico que vai no evento sempre curte ver as apresentações;

Sinceramente eu acho que eles não se preocuparam com as atrações principais de um evento de anime, que seria o concurso de cosplay, então como dica futura cuidar mais dessa parte e da parte de programação do evento.

OtakuPT: Atualmente tem aumentado a quantidade de eventos nesse contexto no estado de Santa Catarina. Qual sua visão sobre isso?

Shige: É bom e ruim. Grupos que ja organizam há anos estão sentindo uma significante redução de público, pois com a grande oferta de eventos as pessoas podem se dividir e se programar na data que for mais confortável para eles. Antigamente eram poucos eventos, logo, as pessoas esperavam com ansiedade para ir. Isso se torna ruim também para os eventos menores ou iniciantes, pois com o público se dividindo eles também não conseguem boas bilheterias para poder trazer atrações interessantes, fazendo assim os eventos não crescerem. A parte boa é que a divulgação e presença na midia esta mais constante fazendo crescer o numero de fãs e curiosos para os eventos.

Enfim, temos que saber nos moldar a um novo modo de fazer evento onde as atrações e programações mais intensas parecem ser o foco principal dos eventos daqui para frente, como também o formato dos eventos, que hoje são de 2 dias, e penso que deveriam ser transformados para apenas 1 dia.

OtakuPT: O que você acha que tem impulsionado esse crescimento de eventos da cultura otaku/nerd em Santa Catarina?

Shige: A midia em geral esta focando na cultura geek-nerd-otaku. É so ver os programas televisivos e revistas, pois todos os principais estão sempre fazendo materias sobre esses grupos, aumentando assim os curiosos, e também a coragem das pessoas, que antes eram apenas publico e agora tomam iniciativa para organizar e fazer um evento acontecer.

Ao todo temos mais de 200 fotos, tiradas por Pati_Althea, e que podem ser encontradas no picasaweb de Noctislupus.

Por Pati_Althea e Noctislupus.