Em junho de 2021 foram presos 3 japoneses por colocarem online vídeos de dez minutos no YouTube que ofereciam a sinopse completa de filmes com legendas ou narrações em imagens estáticas de filmes. Esta tendência é conhecida como “fast movies” no Japão, e no passado dia 16 de novembro os três foram considerados culpados por violar a Lei de Direitos Autorais, que é a primeira condenação por este tipo de atividade no Japão.

Um dos réus recebeu pena suspensa de quatro anos de prisão (liberdade condicional significa que não será aplicada a menos que se repita) e multa de dois milhões de ienes (cerca de 17.500 dólares), enquanto os outros dois receberam penas suspensas de três anos e meio de prisão e multas de um milhão de ienes (cerca de US 8.700 dólares) e 500.000 ienes (4.300 dólares) cada.

Embora todas as sentenças tenham sido suspensas, as penalidades por violação de liberdade condicional são especialmente altas para violação de direitos autorais, que custa em média cerca de 300.000 ienes (cerca de 2.500 dólares) como multa por um primeiro delito.

Durante o julgamento, a acusação argumentou com sucesso que o objetivo dos réus era claramente obter lucro e que eles estavam cientes da existência de infrações, já que evitavam publicar filmes de empresas com reputação de fazer reivindicações de direitos autorais.

FONTEYahoo! News Japan
Fundou o OtakuPT em 2007 e desde então já escreveu mais de 40 mil artigos sobre anime, mangá e videojogos.