Ex-idol SKE48 condenada a 1 ano e 6 meses de prisão

Em março deste ano noticiámos que a idol de 23 anos Juna Yamada, ex-SKE48, o grupo de idols irmão das Mega populares AKB48, foi presa por fraude e ela foi agora condenada a 1 ano e 6 meses de prisão.

De acordo com a decisão do tribunal, Juna Yamada, enganou três homens em cerca de 2,5 milhões de ienes (22.100 mil dólares). Americanos) em dinheiro entre janeiro e fevereiro de 2020.

O Tribunal da Comarca de Nagoya afirmou que a posição de Juna Yamada era de subordinada, e que ela mostrou sincero arrependimento e pediu desculpa, pelo que ela é assim condenada a um ano e seis meses de prisão com suspensão por quatro anos. A prisão suspensa significa que só será aplicável se ela cometer qualquer outro crime, mas o prejuízo para a sua carreira profissional é incalculável.

Ironicamente, em 2017, Yamada foi nomeada polícia honorária por um dia como parte de um evento publicitário local. Ressalta-se que Yamada, nascida a 25 de maio de 1998, integrou as SKE48 como parte de sua sexta geração em março de 2013, formando-se do grupo em fevereiro de 2019.

Yamada conheceu Hiromu Kurumadachi, proprietário de uma empresa de consultoria de Nagoya chamada THE. Juntos, eles formaram um plano no qual Yamada registava perfis em aplicativos de namoro e atraia homens jovens e ingénuos, não apenas por meio da sua aparência e charme, mas também alegando ser uma especialista em investimentos que ganha 10 milhões de ienes (96.600 dólares) por ano. Yamada, então, encontrava-se com os homens, e com o treino de Kurumadachi faria uma apresentação de vendas sobre a sua “lógica de investimento que garante que terão lucro”, juntamente com alguns conceitos financeiros superficiais e, em seguida, pedia que eles pagassem pelo seu conselho.

As prisões aconteceram depois de um incidente a 31 de janeiro de 2020, quando Yamada se encontrou com um homem que ela conheceu através de um aplicativo de namoro num hotel em Nagoya e o fez pagar 500 mil ienes por aconselhamento financeiro. No total, porém, os investigadores acreditam que ela e Kurumadachi, de 24 anos, enganaram mais de 100 homens com quem Yamada fez contacto, num total de cerca de 58 milhões de ienes.

FONTEYahoo! News Japan
Fundou o OtakuPT em 2007 e desde então já escreveu mais de 40 mil artigos sobre anime, mangá e videojogos.