Idol que cometeu suicídio trabalhava 12 horas por dia por 300 dólares

Idol que cometeu suicídio trabalhava 12 horas por dia por 300 dólares

No início deste ano a idol Honoka Oomoto, membro do grupo Enoha Girls, cometeu suicídio e só agora foram revelados os detalhes que a levaram este menina de 16 anos a cometer o impensável.

Foi agora revelado pela sua família que ela era obrigada a trabalhar 12 horas por dia durante 20 dias no mês e que apesar de tal carga de trabalho apenas ganhava 300 dólares por mês.

Os pais também revelaram que ela queria deixar a agência porque não conseguia conciliar o seu duro horário de trabalho com os estudos, mas foi informada de que quebrar o contrato resultaria numa multa de 900 mil dólares. Oomoto cometeu suicídio no dia seguinte.

Os pais da Oomoto estão agora a processar a agência como resultado da morte da filha.