Bandai Namco diz não à exclusividade da Epic Games

Bandai Namco diz não à exclusividade da Epic Games

A recentemente recusou colocar os seus jogos como exclusivos da loja da Epic Games afirmando que tal prática não faz parta da “visão da companhia”.

Herve Hoerdt, falando em nome da , afirmou que a companhia não vê nenhuma vantagem em lançar títulos como Tekken 7 exclusivamente na Epic Games. Hoerdt disse ainda que isso não fazia parte da visão da Bandai Namco e que a empresa estava interessada em disponibilizar os seus produtos para o maior número possível de fãs.

Não vejo sentido em colocar Tekken 7 na Epic Store. A Epic é apenas mais uma loja. É fantástico, eles têm muita força e [muitos] utilizadores, o modelo de negócios é atraente para nós porque é mais lucrativo, mas ainda assim, o interesse deles é, se eu estiver correto, a exclusividade. E essa não é a nossa visão. Queremos que nosso conteúdo esteja disponível para o maior número possível de fãs. Acho que não vamos lidar com a Epic no curto prazo, enquanto tivermos essa estratégia. Mas é claro, se eles estiverem abertos, nós iremos para lá.

Hoerdt também falou sobre os problemas com o modelo de assinatura para jogos, no qual os jogadores pagam uma taxa periódica para alugar os jogos, em vez de pagar uma quantia fixa para adquiri-los completamente. Ele disse que a Bandai Namco tinha um certo cuidado com o streaming de jogos, mas ainda tinha planos para testar a tecnologia, com o Dragon Ball Xenoverse 2 planeado para ser lançado no Google Stadia.