China anuncia novo limite de três horas semanais para as crianças jogarem

Todos os menores na China só poderão jogar entre as 20h e as 21h às sextas, sábados e domingos.

Na segunda-feira, a Agência de Notícias estatal chinesa Xinhua informou que a Administração Nacional de Imprensa e Publicação do país introduziu novos limites para o jogo para menores, o que equivale a menores de 18 anos no sistema jurídico chinês.

Pelas novas regras, os menores poderão jogar apenas nos fins de semana e feriados, e uma hora por dia. Para esclarecer, não é qualquer hora que eles queiram no fim de semana, e apenas uma hora por dia durante a semana, mas por apenas uma hora cada na sexta-feira, sábado e domingo, e estão proibidos de jogar em todos os outros horários.

Além disso, as crianças não terão liberdade para escolher a hora em que querem jogar, nem mesmo os seus pais terão a liberdade de escolher quando será a hora de jogo dos seus filhos. Em vez disso, todos os menores em todo o país só poderão jogar entre as 20h e as 21h às sextas, sábados e domingos.

O objetivo do limite do jogo implementado pelo Partido Comunista Chinês é “fortalecer a educação e a vida familiar”, e surge depois de um artigo anterior da Xinhua este mês que se referia aos videojogos como “ópio espiritual” e afirmar que “Nenhuma indústria, nenhum desporto, pode ser permitido desenvolver-se de uma forma que irá destruir uma geração”.

O regulamento de três horas por semana chega apenas dois anos depois do governo chinês estabelecer limites de jogo de três horas por dia nos fins de semana e feriados e 90 minutos nos dias de semana. As novas regras também vêm com apelos mais enérgicos para que os menores sejam obrigados a jogar online com os seus nomes verdadeiros, e não com identificadores de jogador inventados.

O Nihon Keizai Shimbun do Japão revela que o texto do anúncio inclui um apelo para que “as empresas de jogos limitem o fornecimento dos seus serviços a menores a uma hora por dia nos fins de semana e feriados”, o que sugere que a editora pode enfrentar penalidades para jogadores menores de idade que encontrem maneiras de contornar as regras.

FONTESoraNews24
Fundou o OtakuPT em 2007 e desde então já escreveu mais de 40 mil artigos sobre anime, mangá e videojogos.