A Comissão Europeia multou a Valve e cinco das suas maiores distribuidoras, devido ao bloqueio geográfico de jogos neste mercado.

A CE afirmou que multou a PC Steam, a Bandai Namco Entertainment, Capcom, Focus Home, Koch Media e a ZeniMax Media por 7,8 milhões de euros (cumulativos entre todas as empresas) após uma investigação acerca de violação de mercados europeus.

Ou seja, a Comissão Europeia questionou o facto de as editoras poderem definir preços e chaves de produtos para que estas fossem apenas ativadas em alguns países. Esta prática vai contra o conceito de Mercado Único Digital Europeu.

Das empresas mencionadas, a Valve foi a única que não cooperou com a CE, sendo que foi a empresa que recebeu a maior penalização, ou seja, tem menos 1.624.000 € no seu banco. A Capcom recebeu uma redução por cooperação, e foi multada em 396.000 €, enquanto a Bandai Namco Entertainment, a Focus Home, Koch Media e a ZeniMax Media procederam ao mesmo, e pagaram 340.000 € de multa.

Margrethe Vestager, a Comissária Europeia da Economia Digital e Sociedade comentou:

“Mais de 50% de todos os europeus jogam videojogos. A indústria prospera na Europa e está estimada por mais de 17 biliões de euros. As sanções de hoje contra as práticas de “bloqueio geográfico” da Valve e de cinco editoras de videojogos para PC servem como um aviso de que, segundo a lei de concorrência da UE, as empresas estão proibidas de restringir contratualmente as vendas internacionais. Tais práticas privam os consumidores europeus dos benefícios do Mercado Único Digital da UE e da oportunidade de pesquisar a oferta mais adequada na UE.”