FTC processa para impedir a aquisição da Activision Blizzard pela Microsoft

O negócio vai ser disputado nos tribunais

A Federal Trade Commission (FTC) abriu um processo para impedir a Microsoft de adquirir a Activision Blizzard num negócio proposto de 68,7 bilhões de dólares que, segundo a agência, iria permitir que a fabricante da Xbox ganhe “o controlo das principais franquias de videojogos, o que lhe permitiria prejudicar a concorrência em consolas de jogos de alto desempenho e serviços de assinatura negando ou degradando o acesso dos rivais ao seu conteúdo popular“.

A FTC é responsável pela fiscalização da concorrência entre empresas e monopólios nos Estados Unidos da América. Neste processo alega que esta compra não só daria à Microsoft meios e motivos para prejudicar a concorrência, como teria um impacto negativo na indústria. Também referiu que a conclusão deste negócio faria da Microsoft a terceira maior empresa dos videojogos porque vai ter no seu portfólio as séries Call of Duty, Fallout, Elder Scrolls, Overwatch, World of Warcraft e Crash Bandicoot e Candy Crush que movem milhões de cópias a cada lançamento.

Na denúncia, a agência apontou o histórico da Microsoft de “adquirir e usar conteúdo valioso de jogos para suprimir a concorrência de consolas rivais, incluindo a aquisição da ZeniMax, controladora da Bethesda Softworks”, e acrescentou que “a Microsoft decidiu fazer vários dos títulos da Bethesda incluindo Starfield e Redfall exclusivos da Microsoft, apesar das garantias que deu às autoridades antitruste europeias de que não tinha incentivo para reter os jogos das consolas rivais“.

Holly Vedova, a diretora do Bureau de Concorrência comentou o seguinte:

A Microsoft já mostrou que pode e irá reter conteúdo dos seus rivais de videojogos. Hoje, queremos impedir que a Microsoft obtenha o controlo sobre um importante estúdio de jogos independente e o use para prejudicar a concorrência em vários mercados de jogos dinâmicos e em rápido crescimento.

Brad Smith, o presidente da Microsoft defendeu a compra referindo o seguinte:

Continuamos a acreditar que o nosso negócio para adquirir a Activision Blizzard vai expandir a concorrência e criar mais oportunidades para os jogadores. Estamos comprometidos desde o início para responder a assuntos sobre a concorrência, que incluem a proposta, nesta semana, de concessões propostas pela FTC. Enquanto acreditamos em dar uma oportunidade a todos os envolvidos, temos total confiança no nosso caso e agradecemos a oportunidade de o defender nos tribunais.

FONTEFTC
Vindo de vários mundos e projetos, juntou-se à redação do Otakupt em 2020, pronto para informar todos os leitores com a sua experiência nas várias áreas da cultura alternativa. Assistiu de perto ao nascimento dos videojogos em Portugal até à sua atualidade, devora tudo o que seja japonês (menos a gastronomia), mas é também adepto de grandes histórias e personagens sejam essas produzidas em qualquer parte do globo terrestre.
Subscreve
Notify of
guest

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments