O jogo mais galardoado da história continua nas bocas da atualidade.

Laura Bailey, uma das mais célebres atrizes desta indústria, e que interpretou a polémica Abby em The Last of Us: Parte 2, foi recentemente convidada para um podcast intitulado Good Game Nice Try.

Um dos temas mais badalados da conversa foi qual é a sua visão da representação das personagens femininas nos videojogos. Laura, relata que numa conversa com o seu colega Troy Baker, que é frustrante fazer parte de uma indústria onde as personagens femininas dificilmente serão bem desenvolvidas.

Bailey, num excerto da entrevista comentou:

“Sempre vivi como uma esposa, uma companheira, a rapariga que você estás a resgatar ou algo assim. Não se trata ser uma mulher durona, é mais sobre também existirem mulheres iradas! Felizmente tenho visto muito mais papéis desta dimensão surgirem, com personagens tridimensionais ao invés de meninas sexys brandindo uma espada enorme.

A atriz acredita que os videojogos caminham a passos largos para mostrar uma nova realidade em que acredita, e que trará mulheres mais cativantes e complexas para as suas narrativas, e rematou o final da entrevista comentando:

“O progresso que tivemos na última década foi fenomenal! Abby e Ellie são ótimas personagens justamente porque são demasiado humanas”.

The last of Us: Parte 2, já está disponível para a PlayStation 4.

Vindo de vários mundos e projetos, juntou-se à redação do Otakupt em 2020, pronto para informar todos os leitores com a sua experiência nas várias áreas da cultura alternativa. Assistiu de perto ao nascimento dos videojogos em Portugal até à sua atualidade, devora tudo o que seja japonês (menos a gastronomia), mas é também adepto de grandes histórias e personagens sejam essas produzidas em qualquer parte do globo terrestre.
Subscreve
Notify of
guest
20 Comentários
Mais Antigo
Mais Recente Mais Votado
Inline Feedbacks
View all comments
Mystogan Caixeta
Mystogan Caixeta
3 , Fevereiro , 2021 20:56

Sendo sincero acho muito importante a variedade de personagens na indústria. Personagens Tridimensionais são mt bem vindos desde que não vire regra como muitos idiotas tentam fazer parecer. A arte tem que ser livre e não presa a um ”certo” ditado por algo ou alguém.

Além disso nem acho que é questão de evolução ”moral” e sim do mercado que começou a ter demanda por personagens assim. Se uma mulher quer ver uma personagem feminina bem desenvolvida então ela tem todo direito, assim como um homem tem direito de ver um garota sexy descendo a porrada em geral.

Mas agr não vejo sentindo em reclamar do passado onde o publico era majoritariamente masculino e era muito mais interessante entregar o produto baseado em quem fazia a demanda. Ela tem todo direito de dizer que prefere agora, só acho meio irônico dizer isso inferiorizando os trabalhos antigos.

Sonzai Efu
Sonzai Efu
3 , Fevereiro , 2021 17:59

Desculpinha esfarrapada pra dizer que muié feia tbm pode brilhar, sempre existiram várias personagens gostosas e bem escritas

847AM
847AM
3 , Fevereiro , 2021 17:20

hmm deixe me ver quantas personagens femininas fodas memoráveis consigo me lembrar:
Final Fantasy V (Lenna, Faris), Terra (ffVI), Lara Croft, Jill/Rebecca/Claire/Ada, Shelly (Ion Fury), as mina de Life is Strange, Cast inteiro de Touhou kkkk, Heather (silent hill 3), personagens de Chrono Trigger (Ayla forTheWin), Jennifer the Clock Tower, SUSAN de The Cat Lady (acho que deve estar no meu top personagens) Faith (mirror’s edge)… e além.

Acho a galerinha que pensa que é so mina gostosa balançando espada* não acha essas personagens por que não quer (e no fundo não se importa com a midia…).
Todo (quase) mundo odeia a personagem pelo que ela fez e o perdão sem sentido do jogo… (wtf depois de matar centenas de repente é ruim agora).

*supondo que só fosse isso – no meu ver pessoal, não acho que degrade a “imagem feminina”. Representações negativas e/ou positivas de algo ou parcela da sociedade não podem ir além da minha experiencia e vivencia com tais coisas.

1102
1102
Reply to  847AM
3 , Fevereiro , 2021 21:28

Cara… Os FF são velhos demais pra ter validade, touhou não é exatamente conhecido e por bons motivos eu diria, Heather é muito por cima do muro, muita gente até gosta e muita também não gosta. Eu adicionaria Eleanor Lamb e a Elizabeth da franquia bioshock e talvez a Lilith do Bordelands.

Thomas
Thomas
3 , Fevereiro , 2021 14:41

Complicado esse pessoal, temos de nos acostumar a protagonistas femininas secas, feias ou gordas, sendo que já sabemos de antemão que homens feios ou gordos são usados pra humor.

Denyboy Uchiha
Denyboy Uchiha
Reply to  Thomas
3 , Fevereiro , 2021 17:12

falou pouco mas falou fatos e verdades

1102
1102
Reply to  Thomas
3 , Fevereiro , 2021 21:10

Walker do Outlast manda lembranças.

Thomas
Thomas
Reply to  1102
3 , Fevereiro , 2021 22:56

Utilizar às poucas exceções é complicado camarada

1102
1102
Reply to  Thomas
4 , Fevereiro , 2021 14:08

Verdade, mas o tanto de trabalho que esse gordinhos já me deu merece destaque, dito isso não tinha como eu não comentar.

RyOKA ?
RyOKA ?
3 , Fevereiro , 2021 14:18

Não sei onde ela viu isso, a Abby foi um caso a parte e nem for por aparência o hate foi mais por ela ter matado o protagonista que todo fan do game amava, se for ver o publico ama a maioria das personagens femininas

Andarilho Yhan
3 , Fevereiro , 2021 20:33

De fato a evolução dos últimos tempos é bem melhor, ao menos na última década, personagens com mais substância e personalidade, sei que vai ter sempre uma galera pra citar tal exemplo mas eram numeros minúsculos (exceção não é a regra galera) e as que realmente acham que eram personagens eram apenas a personagens com poucas substâncias e casca grossa, o maneirismo por ser…

Paulo De Lima Ramos
Paulo De Lima Ramos
Reply to  Andarilho Yhan
3 , Fevereiro , 2021 22:19

O foco dos jogos são a jogabilidade por isso a história fica em segundo plano na maioria dos jogos.

Andarilho Yhan
Reply to  Paulo De Lima Ramos
4 , Fevereiro , 2021 15:49

Isso não é uma realidade. Não estamos mais nos anos 70/80 que games era simples e sem histórias (na real mesmo nessa épocas já tinha alguns com história ou sendo adaptação de algo). Hoje em dia Games são narrativas grandes, e história não é apenas linha de diálogos e cutscenes, storytelling está em todos games inclusive na gameplay, um simples design de personagem já está contando uma história.

Don Perron
Don Perron
4 , Fevereiro , 2021 1:48

Eu realmente não consigo entender porque esse povo se sente tão ofendido por verem pessoas que pensam diferente deles. Em primeiro lugar, tá em falta de mina gostosa nos games? Então o que que tem demais em representar mulheres de outros jeitos também? A vida real também é assim. É tão ofensivo assim não sentir vontade de criar mais uma mina gostosa de biquíni e espadão num cenário de europa medieval?

1102
1102
Reply to  Don Perron
4 , Fevereiro , 2021 15:05

Cara… nem é esse o ponto, eles não gostaram do que foi feito em TLOU2 então “atacam” por qualquer linha possível, talvez por esse motivo ou por outro. Se o que quer saber é o argumentos deles, simplesmente que na cabeça deles se eles não fizerem nada e deixarem assim vão proibir geral de ter garota “gostosa” onde quer que seja.

Sem querer ser chato, também tem alguns absurdos nisso ai.

Don Perron
Don Perron
Reply to  1102
6 , Fevereiro , 2021 15:36

Mas tipo vamos ser sinceros né, tem que ser bem retardado pra achar mesmo que vão “proibir’ gostosas em qualquer tipo de mídia que seja. O que é uma característica bem nítida dessa galera por sinal.

1102
1102
Reply to  Don Perron
6 , Fevereiro , 2021 16:19

Mesmo que seja o caso não vai ser por eles ficarem nessa que vai evitar alguma coisa.

Praxt
Praxt
3 , Fevereiro , 2021 13:05

Ainda bem que tem a Lara croft mostrando que da pra ser durona e sexy ao mesmo tempo, se for indo nessa desse pessoal, toda mulher tem que ter a aparência do Arnold Schwarzenegger

Don Perron
Don Perron
Reply to  Praxt
4 , Fevereiro , 2021 1:41

Sexy, durona e bastante rasa e mal escrita pra cacete desde sempre. É, acho que não dá pra ser tudo.

1102
1102
Reply to  Praxt
3 , Fevereiro , 2021 14:15

Ai é foda.