Pessoas de faixas etárias avançadas já adotaram o gaming nas suas vidas

Jogar videojogos há muito tempo que deixou de ser um hobbie só para crianças

Segundo uma pesquisa realizada pela empresa Global Web Index, a demografia gamer expandiu-se consideravelmente nesta última meia década, e pessoas com uma idade avançada já são integrantes da mesma. O estudo foi conduzido por cerca de 19.500 voluntários distribuídos por vários territórios mundiais.

De acordo com os resultados, o grupo etário de 55 a 64 anos cresceu cerca de 32% desde 2018, e atingiu o seu pico no ano passado devido à pandemia gerada covid-19. Outro dos grandes impulsionadores deste crescimento foram as versões clássicas de jogos como Sonic The Hedgehog, nos dispositivos móveis que atraíram esta demografia simplesmente por se tratarem de jogos que jogaram anteriormente, e guardam nostalgia.

Adicionalmente, a pesquisa referiu que 86% das pessoas que possuem ligações à internet usam-nas para jogar, e 24% dos casos consideram que jogar junto dos amigos e família pode ser considerado um momento social.

Contudo, o crescimento das faixas etárias gamers mais seniores tem vindo a instalar-se com cada vez mais impacto na sociedade. Pois, desde a era da Nintendo Wii, que profissionais da saúde “prescrevem” os jogos Wii Fit e Wii Sports para exercícios e reabilitação em casa, e estudos indicam que uma mente ativa tem muito menos probabilidades de desenvolver doenças neurológicas como Alzheimer. Também Hamako Mori, (Gaming Grandma) entrou recentemente nos Guiness World Records, por ser a YouTuber com a idade mais avançada do planeta, e possui capacidades incríveis nesta modalidade apesar dos seus 91 anos.

Vindo de vários mundos e projetos, juntou-se à redação do Otakupt em 2020, pronto para informar todos os leitores com a sua experiência nas várias áreas da cultura alternativa. Assistiu de perto ao nascimento dos videojogos em Portugal até à sua atualidade, devora tudo o que seja japonês (menos a gastronomia), mas é também adepto de grandes histórias e personagens sejam essas produzidas em qualquer parte do globo terrestre.
Subscreve
Notify of
guest

6 Comentários
Mais Antigo
Mais Recente Mais Votado
Inline Feedbacks
View all comments
1102
1102
19 , Abril , 2021 12:48

Pode ser, mas muita gente também fala que video games são para desocupados então só vão troca um insulto por outro, fora que ninguém cobra um idoso por comportamentos infantis.

toygame
toygame
19 , Abril , 2021 8:22

mas isso se deve ao celular,já que com celular smart tem muitos jogos e as pessoas acabam baixando um jogo para poder passar o tempo enquanto esperam alguma na fila de um banco por exemplo.
Então a geração que não foi gamer no passado,começa a ter contato com videogame e acaba gostando

Ronanfalcon
Ronanfalcon
Reply to  toygame
20 , Abril , 2021 8:36

Isso é o que demonstra, em parte, que a pesquisa foi mal feita, ou mal dimensionada.

Bruno Reis
Reply to  toygame
19 , Abril , 2021 8:26

Isso mesmo, a porta de entrada são essencialmente os smartphones

Satoshi7601
Satoshi7601
19 , Abril , 2021 6:57

Que bom, acho que quando eu me aposentar tambem vou querer passar meus dias nessas, sem preocupaçoes

Ronanfalcon
Ronanfalcon
20 , Abril , 2021 8:36

A pesquisa não explica, mas claramente é só porque os jogadores dos anos 80 e 90, envelheceram. É muita ilusão achar que um velho cabeça dura de hoje vai mexer com isso assim nessa quantidade. E eu nem considerei o mobile nisso, o que também deve ter relação com estes últimos, quando existem.