The Last of Us será adaptado para uma série televisiva

O Executivo da Chernobyl, Craig Mazin, e o guionista de The Last of Us, vão adaptar para o pequeno ecrã as aventuras de Joel e Ellie.

A produção estará a cargo da Playstation Pictures Television e será transmitida através do canal HBO.

Esta será a primeira produção do estúdio, formado em maio do ano passado. Para garantir autenticidade na série o presidente da Naughty Dog, Evan Wells irá ajudar no projeto.

Abaixo segue um comunicado oficial da produção:

The Last of Us vai ser adaptado para televisão

 Produção será liderada por Craig Mazin, criador de Chernobyl, e por Neil Druckmann, produtor do jogo original

Lisboa, 06 de março de 2020 – A Sony Interactive Entertainment (SIE) anuncia que o conceituado jogo “The Last of Us”, desenvolvido em exclusivo para a PlayStation® pela Naughty Dog, irá ser adaptado para uma série televisiva na HBO.

A série contará com a colaboração da Sony Pictures Television e será da responsabilidade de Craig Mazin, criador da aclamada série Chernobyl, e de Neil Druckmann, diretor criativo e responsável máximo da saga The Last of Us.

Serão os próprios Neil Druckmann e Craig Mazin os escritores e os produtores executivos da série, cuja produção contará com a colaboração de Carolynn Strauss (vencedora de vários prémios Emmy) e de Evan Wells (Presidente da Naughty Dog).

A história desta série, que será baseada na história que conhecemos de The Last of Us, terá lugar 20 anos depois da civilização moderna ter sido destruída num mundo pós-pandémico. Nela, Joel, um sobrevivente da pandemia, é contratado para escoltar Ellie, uma jovem de 14 anos, fora de uma zona de quarentena opressiva. Aquilo que começa por ser um trabalho pequeno cedo se transforma numa jornada brutal e de cortar a respiração, já que os dois devem atravessar os EUA e dependem um do outro para sobreviver.

“Esta é uma oportunidade incrível para nós, a de trabalhar com Craig, Neil, Carolynn e as equipas da Sony, da Naughty Dog e da PlayStation, para dar vida ao mundo virtual deste aclaamdo jogo”, diz Casey Bloys. Por outro lado, Craig Mazin, destaca o trabalho e a trajetória de Neil Druckmann: “O Neil, é sem dúvida alguma, um dos melhores contadores de histórias no mundo dos videojogos e The Last of Us é a sua obra-prima. Ter a oportunidade de adaptar esta autêntica obra de arte tem sido um sonho meu que dura há anos, e sinto-me um previlegiado por poder colaborar com o Neil”.

O principal responsável de The Last of Us, Neil Druckmann, não quis deixar de destacar a oportunidade que é poder trabalhar com uma entidade como a HBO: “Deste o primeiro momento em que me sentei a falar com o Craig que fiquei impressionado com a sua ligação ao The Last of Us e a sua narrativa. Com Chernobyl, Craig e a HBO criaram uma obra-prima tensa, angustiante e emocional. Não podia pensar em melhores parceiros para levarem a história de The Last of Us à televisão. Estou muito contente por poder colaborar com eles”.